Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

A feijoa

Classificada pelos botânicos como nome de Acca sellowiana e conhecida também pelos nomes de goiaba-serrana ou goiaba-ananás, é uma espécie ornamental que oferece frutos saborosos.

Acca sellowiana

Acca sellowiana

Em 1890 um francês, Edward André, levou à Europa uma muda desta arvoreta para cultivá-la na Riviera francesa, no litoral sul da França. Em pouco tempo, as plantações se espalharam pelo Mediterrâneo, sendo levada, mais tarde, à Crimeia e a Geórgia, países encostados ao Mar Negro e ao Azerbaidjão, vizinho deste último. A planta, da família das mirtáceas como a jabuticabeira, é cultivada por lá há mais de setenta anos, graças ao clima favorável, com invernos frios, mas sem neve e verões bastante quentes. Situação muito parecida com as serras gaúchas, os pampas uruguaios e o norte argentino.

Acca sellowiana

Otto KarlBerg, um botânico alemão, batizou o gênero honrando o naturalista luso-brasileiro João da Silva Feijó. Durante o período em que morou no Ceará, Feijó foi encarregado pela coroa portuguesa de enviar espécies da flora nordestina para o Real Jardim Botânico da Prússia, originando, mais tarde, esta homenagem.

Raramente ultrapassa os quarto metros de altura e é extremamente bonita graças ao colorido acinzentado das folhas, que lembram as das oliveiras, o formato arredondado da copa e as flores com pétalas brancas e cor de rosa no lado interno, com estames formando um conjunto de fios púrpura. O sabor dos frutos é um misto de abacaxi e morango.

Acca sellowiana - Flor

Acca sellowiana – Flor

Pode ser mantida a pleno sol ou na meia-sombra e suporta bem o frio, mas não as geadas. Nas regiões com temperaturas muito baixas é melhor seu cultivo em vasos que possam ser levados a locais protegidos durante o inverno. O resguardo dos ventos frios é aconselhável. Suporta solos salinos e brisas marinhas, preferindo solos bem drenados. As regas devem ser semanais, e as podas não são necessárias. Suas consequências podem inibir a produção de frutos por até dois anos. A propagação é feita por sementes, porém quando feita por estacas os resultados são mais rápidos. Também pode ser reproduzida por alporque.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

2 Comments

  1. Prezado Raul, estou apaixonado pelas flores da goiaba-serrana! Mas acredito que ela não chegaria a florir aqui no nossa região quente no norte de Mato Grosso. Talvez nem suportaria o calor?

    Tenho mais interesse nas flores de que na fruta propriamente dito.

    Abraços,
    Brad

    • Boa noite Brad,

      Pois é, ela cresce naturalmente nas regiões serranas do sul do Brasil, onde as temperaturas são baixas no inverno, condição importante para o desenvolvimento da feijoa.

      Mas, não custa tentar seu cultivo em Mato Grosso. O importante é cultiva-la orientando a muda para o sul, em um local onde o sol não seja tão intenso.

      Abraços