Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

A vez dos resedas

Eles são resistentes à poluição urbana e eminvernos rigorosos chegam a perder suas folhas

Um jardim com árvores é mais completo. Perfeito seria se conseguíssemos reproduzir a natureza em cada jardim. Porém, além da perfeição impossível de se reproduzir, os espaços são normalmente pequenos e nem sempre comportam até mesmo uma
única árvore.

Resedás

Neste mês, os resedás (Lagerstroemia indica) chamam a atenção pelas ruas e jardins da nossa cidade, principalmente pelo florescimento com que nos brindam. São flores lilases, brancas e de vários tons de rosa. Parece até que anunciam a alegria do final do ano. Alguns até mesmo a chamam de árvore de Natal.

Esta árvore, de pequeno porte, não possui raízes agressivas e tem um tronco liso de aspecto marmorizado como o das jabuticabeiras. Apresenta belo florescimento e é perfeita também para nossas calçadas. Deve ser plantada sob pleno sol, em solo fértil, enriquecido com matéria orgânica. É interessante realizar podas de formação e manutenção. Os resedás são resistentes à poluição urbana e em invernos rigorosos chegam a perder suas folhas.

ResedásProcedente da China, seu atrativo principal é, sem dúvida, a florada que ocorre em épocas quentes a partir do princípio do verão. A adubação é muito importante para estimular a produção de flores, lembrando que não devemos adubar plantas em floração. A ocorrência de um pó branco em suas folhas é comum em épocas de calor e muita umidade. São fungos que podem ser tratados com a moderação na rega ou retirados com uma escova e fungicida.

Também podem ocorrer ataques de pulgão ou cochonilhas, que podem ser tratados facilmente no início da incidência. A rega é muito importante, sendo recomendável que seja feita diariamente, em períodos de calor, mantendo sua terra sempre úmida. Em épocas mais frias, há necessidade somente quando a terra estiver seca, portanto, com mais moderação. Se repararmos bem, em função da dinâmica da natureza, há sempre alguma planta se destacando na paisagem urbana.

Agora é a vez dos resedás!

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

10 Comments

  1. Olá, tenho mudas de resedas ainda em potes, foram adquiridas num porte já em torno de 2.5m. Quando na verdade deveriam ter vindo com 1.50m. Posso podar para tentar conduzi las,ou nada mais posso fazer a não ser planta las assim.meu espaço máximo é de 3m.

    • Olá Maísa,

      Sim, pode podá-las, retirando as brotações dos troncos e cortando 5 centímetros das pontas dos ramos. Isto irá revigorar as mudas.

      Abraços

  2. Olá! Tenho uma chácara em Alambari/SP, região de Sorocaba. Gostaria de saber onde posso comprar mudas de resedá. Poderia indicar algum lugar.Obrigado

  3. Boa noite, quantas cores tem o reseda? Eu tenho branco e dois tons de rosa e um lilas. Tem mais alguma cor.

    • Boa tarde Léia,

      Não, além do branco são vários os tons de rosa até chegar ao púrpura.

      Abraços

  4. Bom dia, sou apaixonada por essa planta. Tenho em minha calçada dois pés, um branco e um rosa.este ano me presentearam com uma florada mais que exuberante. Chama a atenção de quem vê, já que ela não é muito comum em minha região. Elas estão em forma de arbusto e gostaria de saber como faço a poda de condução para que virem uma árvore?
    Desde já agradeço pela atenção.

    Adriana

    • Bom dia Adriana,

      Você precisa fazer uma poda para que o tronco principal possa ser reto e firme, atendendo a propensão para a verticalidade. Com uma tesoura afiada faça cortes precisos e limpos, evitando o esmagamento de tecidos e permitindo uma cicatrização mais rápida e imperceptível. isto deve ser feito retirando as brotações a partir das regiões mais próximas do solo em direção a copa que quer ser formada. O ideal é realizar esta operação no período da lua minguante (a próxima é do 8 a 16 de janeiro/2018).

      Abraços

  5. Olá, obrigada por estas informações!
    Estou procurando exatamente um tipo de árvore assim, para calçada.
    Quanto a adubação, o que é melhor? Como preparar?
    Obrigada,
    Maristela

    • Simples Maristela,

      – Abra um berço de 60 x 60 x 60 centímetros;
      – Polvilhe no fundo 100 g de calcário dolomítico e afofe em seguida;
      – Prepare uma mistura composta por:
      50% da terra da superfície, 30% de um bom substrato e 20% de areia média. Junto com esta combinação mescle 100 g de superfosfato simples;
      – Plante a muda rodeada por esse composto;
      – Regue.

      Abraços