Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Gavião-carijó

Ele foi batizado com esse apelido por ter o peito malhado de marrom e marfim e, sendo uma ave de rapina, ajuda a controlar as pragas urbanas mais comuns como ratos, pombas, pardais, baratas, besouros, gafanhotos e aranha. Também se alimenta de animais que não são pragas, como as galinhas e os morcegos – estes últimos presas fáceis durante o dia, quando estão dormindo.

Os gaviões-carijó são caçadores atentos: voam em casais atrás de suas presas, sempre fazendo movimentos circulares. Eles podem ser vistos nas áreas urbanas, onde encontram facilmente sustento, e seu canto que soa como um “pinhé”.

O ninho é feito no topo das árvores onde a fêmea, ela mede cerca de 30 cm e é maior que o macho, choca dois ovinhos por mais ou menos 30 dias. Três meses após o nascimento, a cria está pronta para o primeiro vôo. Como os pais são muito zelosos com seus filhotes, é melhor não passar perto de ninhos enquanto eles estiverem lá: os gaviões-carijós avançam mesmo.

Cuidado com as linhas das pipas: elas são um perigo e causam a morte destas aves.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.