Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

O Teiú

Dias atrás, andando com meu amigo o engenheiro agrônomo Harri Lorenzi, autor de dezenas de livros sobre plantas, pelos jardins do Instituto Plantarum, vimos este animalzinho que metia medo nos colonizadores portugueses dos primeiros séculos. Por certo este lagarto não é o que podemos chamar de alguém meigo e delicado, já que pode ser agressivo quando cutucado. Mas, com suas fortes mandíbulas e uma boca cheia de pequenos dentes pontiagudos é capaz de devorar gafanhotos, aranhas, centopéias, piolhos-de-cobra e camundongos, além de vegetais e frutas, tornando-se um aliado no equilíbrio do meio ambiente por ser também um potencial dispersor de sementes. Adoram tomar sol deitados em alguma pedra ou em um tronco perto do chão, permitindo-lhes deitar o corpo que pode atingir mais de um metro e meio de comprimento, incluindo a cauda de mais ou menos sessenta centímetros.

São ovíparos, pondo em média 25 ovos, que demoram três meses para eclodir. Geralmente pretos, com manchas brancas ou amarelas, os filhotes nascem esverdeados, cor que desaparece conforme se desenvolvem. O Tupinambis teguixim, como é classificado cientificamente, está ameaçado de extinção; se você se cruzar com um exemplar, não se assuste, deixe-o viver em paz.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

2 Comments

  1. Fiz paisagismo no IBRAP Gosto da natureza das plantas e dos animais.

    • Que bom Raimundo,

      O planeta fica feliz e esperançoso sabendo que pode cotar com pessoas como você.

      Abraços