Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Plantas tóxicas para cães e gatos

Os cães e os gatos são sempre muito curiosos. Cheiram e roem quase tudo. Por essa razão é comum ver cães ingerir itens que não são seus alimentos e que às vezes podem ser venenos muito perigosos. Os gatos são mais desconfiados quando se trata de alguma coisa comestível, mas como fazem sua higiene lambendo os pelos e patas é bom prestar atenção por onde pisam e se deitam.

Entretanto é improvável que depois de mordiscar uma planta tóxica acabem por engolí-la, já que são de gosto sempre muito desagradáveis.

Nunca tive experiências de intoxicação com meus cachorros nem com os meus gatos, mas por via de dúvidas devemos tomar cuidado com as plantas que relaciono a seguir:

  • Acalypha – acalifas em geral;
  • Adiantum – avencas em geral;
  • Aglaonema – cafés-de-salão em geral;
  • Allamanda cathartica – alamanda;
  • Aloe vera – babosa;
  • Anthurium spp – anturios;
  • Artemisia absinthum – losna;
  • Aspargo setaceus – aspargo;
  • Brugmancia – trombeta-dos-anjos;
  • Brunfelsia uniflora – manacá-de-jardim;
  • Buxus sempervirens – buchinho;
  • Caesalpinia pulcherrima – flamboyant-mirim;
  • Caladium bicolor – tinhorão;
  • Catharanthus roseus – vinca-de-madagascar;
  • Cestrum nocturnum – dama-da-noite;
  • Codiaeum variegatum – croton;
  • Colocasia gigantea – orelha-de-elefante;
  • Cycas revoluta – cica;
  • Cyclamen persicum – ciclame;
  • Dieffenbachia – comigo-ninguém-pode;
  • Epipremnum aureum – jiboia;
  • Equisetum arvense – cavalinha;
  • Euphorbia milii – coroa-de-cristo;
  • Euphorbia pulcherima – bico-de-papagaio;
  • Euphorbia tirucalli – avelós;
  • Hedera – eras em geral;
  • Hydrangea macrophylla – hortênsia;
  • Jasminum mesnyi – jasmim-amarelo;
  • Kalanchoe– kalanchoes;
  • Lantana camara – cambará;
  • Ligustrum – alfeneiros em geral;
  • Manihot glazovii – maniçoba;
  • Monstera deliciosa – costela-de-adão;
  • Nandina domestica – nandina;
  • Nerium oleander – espirradeira;
  • Philodendron – guaimbês em geral;
  • Plumeria rubra – jasmim-manga;
  • Primula – prímulas;
  • Rheum rhabarbarum – ruibarbo;
  • Ricinus communis – mamona;
  • Rododendron – azaléias em geral;
  • Ruta graveolens – arruda;
  • Saintpaulia ionantha – violeta-africana;
  • Sambucus nigra – sabugueiro;
  • Sansevieria trifasciata – espada-de-são-jorge;
  • Schefflera arboricola – cheflera;
  • Solandra maxima – trombeteiro gigante;
  • Spartium junceum – giesta;
  • Spathiphylum wallisii – lírio-da-paz;
  • Stephanotis floribunda – jasmim-de-madagascar;
  • Strelitzia reginae – estrelítzia;
  • Thevetia peruviana – chapéu-de-napoleão;
  • Vinca major – vinca;
  • Wisteria sinensis – glicínia;
  • Zantedeschia aethiopica – copo-de-leite.

Para simplificar a lista inclui plantas comuns nos subtrópicos e trópicos do nosso país e não considerei árvores e palmeiras, deixando isto para uma outra oportunidade.

É importante levar em conta que as espécies pertencentes às famílias: Apocynaceae, Araceae, Araliaceae e Euphorbiaceae contém substâncias tóxicas.

Raul Cânovas nasceu em 1945. Argentino, paisagista, escritor, professor e palestrante. Com 50 anos de experiência no mercado de paisagismo, Cânovas é um profissional experiente e competente na arte de impactar, tocar, cativar e despertar sentimentos nos mais diversos públicos.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

4 Comments

  1. Nossa ! A lista é enorme ! 😲 kkkk
    Moro em apartamento e tenho 2 cães 🐶 e 4 gatos 😻. E acho que eles acreditam que são anjos 👼, não podem ver flores 💐 e plantas 🌱 que vão curiosos e dão uma boa mordida .
    Será que existe uma lista das plantas 🌱🍀 que eu poderia ter ? Obrigada Simone

    • Oi Simone,

      A lista que relacionei não atende suas necessidades? Ela é bastante completa e reduzi-la comprometeria sua utilidade.

      Abraços

  2. Professor Raul, minha gata foi diagnosticada com penfigo, doença autoimune, que deixa o corpo sem pelos e com a pele descamada, com muita coceira.
    Foi tratada com corticoide e agora está bem, na fase de “desmame” do medicamento.
    A veterinária disse que pode ter sido causada por algum medicamento. Como a gatinha não tomava nenhum medicamento antes do aparecimento da doença fiquei pensando que pode ser a planta nandina, que ela vive mordendo.
    Estou enganada?
    Obrigada pela atenção.

    Yara

    • Boa tarde Yara,

      A intoxicação por Nandina em gatos é causada pela ingestão de qualquer porção da planta, incluindo as raízes, caule, folhas ou pólen. O gato pode ficar doente se ele mastiga as folhas da planta ou consuma uma parte da planta inteiramente. Ela é amarga no gosto, então a maioria dos felinos só consome uma pequena porção da planta. No entanto, o consumo de grandes quantidades dela pode ser fatal e a morte geralmente ocorre antes que o proprietário do gato esteja ciente dos sinais clínicos.

      Você teve sorte…sua gata também!

      Abraços