Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Sapos

Os seres humanos sempre estiveram divididos.

Uma parte vive no Hemisfério Sul, outra no Hemisfério Norte. Uns são carnívoros, outros vegetarianos. Há os crentes e os descrentes.

Quero, porém, chamar a atenção para uma outra segmentação: a daqueles que têm horror a sapos e os que simpatizam com eles.

Faço parte do segundo time. Os sapos são os soldados que defendem meu jardim nas batalhas diárias contra as pragas mais corriqueiras. Pulgões, besouros, lagartas, lesmas, e outros bichos, são seu alimento. Eles vivem em terra firme, perto de brejos ou de espaços úmidos, onde as fêmeas depositam milhares de ovos que se transformarão em girinos. Estes filhotes habitam poças d’água, laguinhos ou até bromélias cheias de água, ao qual devoram as larvas de pernilongos e de outros insetos.

Infelizmente, águas degradadas por agrotóxicos, óleos e detergentes, assim como por chuva ácida e poluição, são fatais aos sapos. Antes de contaminar rios e represas pense que, sem eles, as moscas, as baratas e os camundongos, que também fazem parte da cadeia alimentar destes anfíbios, proliferariam terrivelmente.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.