Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Anethum graveolens

endro, dill, aneto, anega, funcho-bastardo

Foto de Photo by David J. Stang, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Da mesma família da salsa, do funcho e da cenoura, suas folhas, os frutos e suas sementes são usados crus ou cozidos, moídos ou inteiros, para condimentar frutos do mar, peixes como salmão, saladas, picles, batatas, molhos, ovos, maioneses, couves, manteiga de aneto, bolos, pães e muitos outros pratos quentes ou frios, ele é um tempero muito usado na Europa, especialmente na culinária de poloneses, alemães, russos e escandinavos, estes últimos o usam como um ingrediente essencial em pratos como o gravlax, um tipo de salmão marinado, e o pão de endro, uma iguaria popular na região.

Foto de Przykuta, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

O dill é conhecido por suas folhas finas e delicadas, que adicionam uma textura interessante aos jardins. São brilhantes e têm uma aparência plumosa que podem adicionar um toque de suavidade e elegância aos arranjos paisagísticos. Sua altura torna-o uma excelente planta de borda para canteiros de flores ou para preencher espaços em jardins de ervas e jardins ornamentais, assim como em vasos nas varandas, sacadas ou pátios. Além de suas folhas, produz pequenas flores amarelas que são atrativas para polinizadores, como abelhas e borboletas. Igualmente é conhecido por repelir algumas pragas de jardim, tornando-o um companheiro útil para outras plantas.

Foto de Arto Alanenpää, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

No jardim deve ser cultivado a pleno sol, em solos drenados e férteis, com a adição de 2 kg de esterco curtido de boi por m² e regado de forma a manter o solo levemente úmido, quase seco. As flores são muito aromáticas e suas sementes são colhidas em aproximadamente 90 dias após o plantio no verão e 120 dias no inverno.

É reproduzido pelas sementes, postas a germinar diretamente nos canteiros definitivos, já que não tolera os transplantes.

  • Sinônimos estrangeiros: dill, anethum, (em inglês); hinojo hediondo, abesón, eneldo, (em espanhol);  gurkenkraut, (em alemão); aneth, fenouil d’aneth, (em francês); finocchio selvatico, (em italiano); shí luó, (em mandarim); shabat, (em árabe); shemir, (em hebraico); ukrop, (em russo); koper, (em polonês); diru, (em japonês); dereotu, (em turco).
  • Família: Apiaceae.
  • Características: herbácea anual.
  • Porte: 30 a 90 centímetros de altura.
  • Fenologia: meados do verão.
  • Cor da flor: amarela.
  • Cor da folhagem: verde azulada.
  • Origem: desde o Cáucaso até Israel e Egito.
  • Clima: temperado ou subtropical.
  • Luminosidade: sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange