Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Anthurium andraeanum

Antúrio-de-flor, flor-verniz, antúrio-de-flor, flor-de-jorge-tadeu

O nome é uma homenagem a Édouard François André (1840 – 1911), um horticultor e paisagista francês, responsável pelo descobrimento da planta em 1876, na Colômbia. Contudo o antúrio sempre foi muito popular, mas não só para ser cultivado em vasos, ele é muito bonito quando usado em canteiros sombreados, por exemplo sob a copa de uma árvore, onde a grama não desenvolve. É um gênero que compreende mais de 700 espécies e atualmente foram criados novos cultivares, com lindas cores, devendo ser utilizado em solos enriquecidos por substratos, para manter umidade, requisito importante para seu desenvolvimento. Além disto, nos dias de muito calor e interessante borrifar água de chuva ou mineral nas folhas, deixando o vaso em cima de um prato com pedras molhadas. Quando cultivada dentro de casa é eficaz na remoção de formaldeído , xileno , tolueno e amônia do ar. Também é admirado em arranjos florais, onde suas flores duram mais de seis semanas.

Todas as partes da planta contém oxalato de cálcio e podem causar irritações na pele e intoxicações se ingeridas.

  • Sinônimos estrangeiros: Flamingo flower, tailflower, painter’s palette, laceleaf, (em inglês); anturio, flor del amor, (em espanhol); anthure, flamante rose, (em francês); grobe flamingo blume, (em alemão).
  • Família: Araceae.
  • Características: Planta perene e semi-herbácea.
  • Porte: 0,40 a 1,00 metro.
  • Fenologia: Primavera e verão.
  • Cor da flor: Vermelha, branca, creme, salmão, rosa, chocolate ou esverdeadas.
  • Cor da folhagem: Verde-escura.
  • Origem: Colômbia e Equador.
  • Clima: Tropical e subtropical.
  • Luminosidade: Meia-sombra/sombra.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.