Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Artemisa absinthium

Absinto, losna, sintro, erva-santa, gengibre verde

Esta erva já era citada na bíblia como uma das plantas amargas que os hebreus consumiam em Pessach, a Páscoa judaica; sendo dedicada à deusa Ártemis (Diana, entre os romanos, deusa da caça, da castidade e protetora dos partos ) na Antiga Grécia. Antigamente era uma ferramenta eficaz para eliminar os efeitos da cicuta e de fungos venenosos e atualmente ainda é aproveitada para repelir insetos, especialmente traças.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia em Berkeley, descobriram os efeitos alucinógenos que o absinto causava em Rimbaud, Baudelaire, Toulouse-Lautrec e, também, em Van Gogh. Segundo eles, este destilado da erva verde-esmeralda, causa surtos psicóticos pelo efeito da alfatuiona. Algo parecido com um receptor bloqueado em casos de epilepsia. Dessa maneira ficou conhecida mundialmente como um licor que dava verdadeiras inspirações aos poetas, músicos e pintores, até o seu uso ser proibido. Entretanto o absinto não foi feito com essa intenção, mas como um medicamento desenvolvido pelo Dr. Pierre Ordinaire (1741-1821) um médico francês. Era do tipo “cura-tudo” e ele resolveu potencializá-lo adicionando  álcool a 75%, tornando-o psicodélico. O vocábulo Absinthium quer dizer sem doçura, aludindo seu sabor amargo.

Desenvolve espontaneamente em terrenos áridos, encostas rochosas e à beira de trilhas e campos, podendo ser cultivada em solos bem drenados, ricos em nitrogênio e a pleno sol.

  • Sinônimos estrangeiros: wormwood, grand wormwood, absinthe, absinthium, absinthe wormwood, (em inglês); ajenjo, asensio, ajorizo, artemisia amarga, hierba santa, (em espanhol); assenzio maggiore, (em italiano); absinth, armoise amère, herbe aux vers, herbe d′absinthe, herbe sainte, (em Francês); wermut, wermutkraut, bitterer beifuβ, (em alemão).
  • Família: Asteraceae.
  • Características: Herbácea.
  • Porte: 0,80 a 1,20 m de altura.
  • Fenologia: Primavera e verão.
  • Cor da flor: Amarelo pálido.
  • Cor da folhagem: Verdes acinzentadas.
  • Origem: Europa, Ásia e norte da África.
  • Clima: Temperado/subtropical.
  • Luminosidade: Sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

2 Comments

  1. A tratamos aqui por Losna, tônico para o fígado.
    Entretanto misturada ao álcool virá uma bebida perigosa, alucinógenas em altas doses, porém está prática é muito usada causando sérios problemas de saúde e sociais.
    Excelente matéria!

    • Caríssimo Junior,

      Obrigado pelo comentário, tão oportuno!!!

      Abraços verdes!