Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Centaurea gymnocarpa

centáurea-veludo

Foto de JMK, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Esta herbácea pertence a um grupo de espécies conhecido como “ cineraria ”, formando moitas densas e é ideal para forrar canteiros onde possa contrastar com outras plantas de folhas verdes ou arroxeadas, já que sua tonalidade prateada é muito vistosa e cresce em solos muito bem drenados, talvez arenosos, porque prefere pouca umidade. Na região onde é nativa cresce em solos rochosos, suportando os ventos salitrosos do Mar Tirreno. Suas flores roxas, muito similares com as dos cardos (Silybum marianum), atraem borboletas, abelhas e outros insetos.

Foto de Stickpen, Public domain, via Wikimedia Commons

No paisagismo deve ser considera nas regiões Sul e Sudeste, cultivada em solos pobres e arenosos, sempre a pleno sol, onde acentua a tonalidade cinzenta. Ela dispensa regas frequentes, mesmo porque o excesso de água pode estimular o surgimento de fungos, como o oídio e a ferrugem.

O nome genérico vem do grego kentauros, criaturas com cabeça, braços e dorso de um ser humano e com corpo e pernas de cavalo. Segundo a mitologia grega, os centauros conheciam as propriedades de plantas medicinais, como a que apresento.

Foto de Uoaei1, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

É multiplicada por sementes ou por estacas cortadas após a floração.

  • Sinônimos estrangeirosvelvet centáurea, star thistle, dusty miller, (em inglês); cineraria, centáurea, (em espanhol); fiordaliso di Capraia, (em italiano); centaury, centaurée, (em francês); flockenblumen, (em alemão).
  • Família: Asteraceae.
  • Características: herbácea perene.
  • Porte: até 70 centímetros de altura.
  • Fenologia: primavera, verão.
  • Cor da flor: arroxeada, semelhante às flores do cardo.
  • Cor da folhagem: acinzentada, cor de prata.
  • Origem: Itália, na ilha de Capraia.
  • Clima: temperado, subtropical (prefere inverno frios).
  • Luminosidade: sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comments

  1. Elas se adaptam ao calor do Matogrosso do Sul ?( solo arenoso , pouca umidade mas muito calor )

    • Cris,

      O clima tropical ou subtropical de Mato Grosso do Sul não é o mais propicio para a Centaurea gymnocarpa, mas se o solo é arenoso e a localização recebe boa ventilação, pode tentar o cultivo.

      Abraços

Secured By miniOrange