Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Chamaedorea elegans

palmeira-bambu, camedórea-elegante, pacaia

Foto de Photo by David J. Stang, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Uma palmeira com folhas pinadas e arqueadas, ideal para ambientes internos ou para ser cultivada em áreas externas no litoral nordestino, sempre na sombra. É dioica, isto é, ha exemplares femininos e masculinos e seu caule único é fino, com um diâmetro de 1,5 centímetros, podendo ser cultivadas várias juntas para lograr um bom efeito ornamental. Suas folhas, conhecidas como xate, são muito populares  para arranjos de flores e Domingo de Ramos, pois podem durar até 40 dias após o corte. As estimativas calcularam uma quantidade de 400 milhões de hastes exportadas da Guatemala e Belize para a América do Norte e Europa todos os anos. Era bastante popular na época vitoriana, quando as estufas para plantas exótica s se tornaram de moda. Ocasionalmente, após a floração, surgem bagas do tamanho de ervilhas , com 6 mm de diâmetro e escuras.

Foto de Pluume321, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Deve ser cultivada com temperaturas em torno de 18-24° C., em um substrato rico em matéria orgânica, sempre úmido mas nunca encharcado, evitando a água acumulada no cachepô após regar a palmeira, não tendo esse cuidado pode causar o apodrecimento das raízes e é recomendada uma pulverização com água filtrada diariamente, na parte da manhã, não sendo recomendado regar nos finais da tarde, já que isto potencializa o frio durante a noite. Adubações, no início da primavera, com farinha de ossos e o fertilizante Forth Palmeiras, estimulam o desenvolvimento.

Foto de Forest & Kim Starr, CC BY 3.0 US, via Wikimedia Commons

O nome do gênero vem das palavras gregas chamai, que significa chão, e dorea, que significa presente, pois os frutos são facilmente alcançados do chão e o epíteto específico significa elegante. Foi descrita pelo médico, botânico e antropólogo Carl Friedrich Philipp von Martius (1794 – 1868), no ano de 1830.

É reproduzida pelas sementes despolpadas e recém colhidas, postas a germinar em uma mistura de areia e substrato bem fino, mantido úmido, que germinam em aproximadamente quatro meses.

  • Sinônimos estrangeirosparlor palm, bella palm, neanthe bella palm, (em inglês); camaedorea elegante, chaté, palma fina, camedor de cambray, pacaya, kiik, palmilla, carricillo, palmera de salón, tutchast, tepejilote, (em espanhol); chamédorée élégante, palmier nain dorée, (em francês).
  • Família: Arecaceae.
  • Características: palmeira dioica.
  • Porte: de 1,20 a 2,20m de altura.
  • Fenologia: primavera, a partir do terceiro ano
  • Cor da flor: amarela alaranjada.
  • Cor da folhagem: verde-claro.
  • Origem: norte de Guatemala, sul do México e Belize.
  • Clima: tropical/subtropical
  • Luminosidade: meia sombra.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange