Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Clerodendrum quadriloculare

árvore-do-cotonete, chuva-de-fogo

Esta é uma das quase 150 espécies do gênero Clerodendrum, etimologicamente seu nome deriva do grego klero = sorte ou fortuna e dendron= árvore.  É bastante frequente sua presença nas matas e beiras de estrada nas regiões de origem e tem se tornado invasora em outros países onde foi introduzida, já que sua dispersão por sementes, brotos e rebentos das raízes é intensa, colonizando grandes espaços. Não é o caso aqui no Brasil, onde encanta graças ao colorido da folhagem e a sua florada curiosa que lembra cotonetes quando ainda as pétalas não abriram totalmente. 

Atrai borboletas, abelhas e pássaros, devendo ser cultivada em solos úmidos e ricos. Recomendo esta arvoreta especialmente para zonas com climas quentes e umidade ambiente alta, sendo os litorâneos muito propícios para um desenvolvimento ideal. Pode ser plantada de modo solitário ou formando renques e cercas.

  • Sinônimos estrangeiros: bronze-leaved clerodendrum, fire works, philippine glorybower, shooting star, starburst bush (em inglês); mil flores (em espanhol); bagauac; bagawak morad (em Filipinas).
  • Família: Lamiaceae.
  • Características: arbusto ou arvoreta com copa globosa ou oval.
  • Porte: 4,00 a 5,00 m.
  • Fenologia: Inverno.
  • Cor da flor: rósea.
  • Cor da folhagem: verde-escuro e opacas com o verso arroxeado.
  • Origem: Filipinas, Nova Guiné.
  • Clima: Subtropical/ tropical úmido.
  • Luminosidade: Sol pleno ou sombra parcial.
Raul Cânovas nasceu em 1945. Argentino, paisagista, escritor, professor e palestrante. Com 50 anos de experiência no mercado de paisagismo, Cânovas é um profissional experiente e competente na arte de impactar, tocar, cativar e despertar sentimentos nos mais diversos públicos.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

6 Comments

  1. Raul, as folhas do clerodendrum são tóxicas para os animais? Tenho uma chácara na zona rural e gostaria de plantar lá…

    • Helenilson,

      Não há nenhuma evidência sobre intoxicação de animais por essas folhas.

      Abraços

  2. Bom dia !

    Primeiramente gostaria de agradecer por me orientar no cuidado da minha palmeira azul. Fiz o replantio com as suas recomendações sobre o preparo do solo. As manchas das folhas sumiram e já abriram 5 novas. Fiquei muito feliz ,obrigada!

    Agora estou com um novo problema. Tenho uma rosa do deserto plantada num vaso e fiz uma poda das folhas. As novas folhas começaram a nascer com as pontas queimadas. O que posso fazer para que fiquem bonitas novamente ? Obrigada.

    • Que bom Juliana, fico feliz com o sucesso desse transplante.

      Para melhorar a rosa-do-deserto (Adenium obesum) pulverize-a com Cupro Dimy e misture ao solo do vaso 1 centímetro de areia e mais 1 centímetro de carvão moído, afofando em seguida.

      Mantenha a muda no sol e regue-a com moderação.

      Abraços

  3. Bom dia, gostaria de saber se as raízes dá árvore cotonete são muito profundas ou se estoura calçadas, pisos dá varanda e tal. Obrigada

    • Giovanna, bom dia,

      Não, a árvore-do-cotonete (Clerodendrum quadriloculare) não possui grandes raízes. Pode plantá-la sossegada.

      Abraços