Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Crocus sativus

açafrão, açafrão-de-outono, açafrão verdadeiro

Foto de Юрий Данилевский, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

O açafrão desenvolve bem em solo drenado, arenoso ou argiloso, com pH neutro a ligeiramente alcalino; foi descrito 2300 anos a.C. por Sargão, o Grande, um rei acádio. Os estigmas da flor são usados como tempero culinário em pratos como paellas, risotos e bouillabaisses. De 50.000 a 75.000 plantas são necessárias para produzir cerca de 400 gramas de açafrão; os estigmas devem ser colhidos no meio da manhã, quando as flores estão totalmente abertas. É uma das especiarias mais valiosas e caras do mundo, frequentemente chamada de “ouro vermelho”.

Foto de Zeynel Cebeci, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

O maior produtor de açafrão é o Irã. O país responde por mais de 90% da produção mundial, sendo a província de Khorasan, no nordeste do Irã, a principal região produtora. O açafrão iraniano é altamente valorizado por sua qualidade e intensidade de sabor, aroma e cor. Outros países que se destacam na produção são a Espanha, Índia, Marrocos e Grécia. No Brasil, regiões de altitude entre 1.200 e 2.000 metros podem ser adequadas para seu cultivo, comparáveis às áreas de cultivo no Irã. Lugares como as serras gaúchas, catarinenses e paranaenses, bem como regiões montanhosas de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, podem oferecer condições mais favoráveis ao seu cultivo, devido às temperaturas mais amenas e ao clima mais seco no inverno.

Foto de Emilie40, CC0, via Wikimedia Commons

Os mitos que explicam a origem do açafrão na mitologia grega estão registrados nas Metamorfoses de Ovídio. Conta a tragédia do jovem e belo Crocus e da ninfa Smilax. Com o propósito de conquistá-la, o jovem realiza uma série de namoros. A ninfa demonstra interesse no início, mas depois de alguns anos desaparece. Movido por um delírio de amor, o jovem acaba virando uma flor de açafrão.

A reprodução do açafrão é feita através dos seus cormos (uma estrutura semelhante a um bulbo), eles devem ser plantados a cerca de 10-15 cm de profundidade, deixando cerca de 10 cm entre cada cormo para permitir o crescimento adequado.

  • Sinônimos estrangeiros: saffron,(em inglês); azafrán, (em espanhol); safran, (em alemão); zafferano, (em italiano); safran, (em francês); za’faran, (em árabe);  zàng hóng huā, (em chinês); safuran, (em japonês); krokosáfranos, krókos, (em grego); kashmiri zafran, kumkuma, (na Índia).
  • Família: Iridaceae.
  • Características: herbácea bulbosa e perene.
  • Porte: 15 a 30 centímetros de altura.
  • Fenologia: outono.
  • Cor da flor: roxa ou lilás, com estigmas de cor vermelho alaranjada.
    Cor da folhagem: verde acinzentado.
  • Origem: Grécia, Ilha de Creta.
  • Clima: temperado/subtropical, com verões secos e invernos úmidos.
  • Luminosidade: sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange