Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Crotolária Juncea

crotalária, xique-xique, chocalho, cânhamo marrom, cânhamo indiano

Muito popular ultimamente por atrair libélulas – as maiores predadoras do Aedes Aegypti, causador da dengue, febre amarela, chikungunya e zika virus – é uma planta que se adapta bem à seca e às regiões de clima quente, não suportando o frio constante do bioma sulino, por isso é indicada para região norte, sudeste e centro oeste do Brasil. Floresce em aproximadamente 90 dias após o plantio ou no máximo 120. O gênero Crotalaria, possui cerca de 600 espécies, sendo na sua maioria nativas no continente africano, na Tanzânia, por exemplo, é aproveitada em associação com outras culturas para controlar ervas daninhas, nematóides e por incorporar nitrogênio ao solo. No nosso país, onde foi introduzida no século XIX, também é recomendada por causa destas propriedades. Quando floresce, que é quando ela apresenta o máximo de acúmulo de nutrientes, pode ser cortada e incorporada ao solo. A decomposição do material orgânico possibilita a absorção dos nutrientes dos vegetais a serem cultivados. Usada como cobertura morta protege a terra dos ventos, evitando o ressecamento do solo, diminuindo assim os gastos com irrigação. A produção de folhas é abundante, em apenas um hectare, a crotalária produz, no mínimo, vinte toneladas de massa verde e 20 kg de sementes são suficientes para cobrir essa área.

Na Índia e no Sudeste Asiático, a Crotalária juncea, fornece as fibras utilizadas na fabricação de cestas, barbantes, fios para fazer tapetes, redes de pesca, lonas e cordas e, segundo os nativos, é mais resistente do que a juta, especialmente quando molhada mesmo com água salgada, resistindo bem ao mofo. Seu uso é mencionado na antiga literatura sânscrita e data de épocas distantes, quando a infusão de folhas amargas eram usadas externa e internamente, para o tratamento de anemia, herpes, menorragia e psoríase.

No Brasil, muitos municípios aderiram a campanha de distribuição de sementes e mudas, para estimular a procriação da libélula. Inclusive foi aprovado, na Câmara Municipal de Rondonópolis, projeto de lei de autoria do vereador Thiago Muniz (PPS), que prevê a obrigatoriedade, por parte de donos de terrenos baldios na cidade, de plantarem e cultivarem a crotalária. A medida também atinge os terrenos de propriedade do poder público, seja municipal ou estadual. Campanhas similares foram adotadas no Paraguai, onde o viveiro do Parque Caballero da Municipalidad de la Ciudad de Asunción cultiva a crotalária, para ser distribuída aos munícipes. As províncias de Misiones e Entre Rios, na Argentina também oferecem à população mudinhas desta leguminosa, com o intuito de frear a proliferação do mosquito.

  • Sinônimos estrangeiros: bengal hemp, (em inglês); cáñamo de la India, (em espanhol); bengalischer hanf, Bombay hanf, sanhanf, (em alemão); chanvre du Bengale, crotolaire jonciforme, (em francês); kharif, sannai, sannai sunn, sunn ghore sun, shon, shonpat, san, sana, (em Índia); cây mung, (em Vietnã); po thueang, (em thai); krotalyariya sitnikovaya, (em russo); san, (em persa); orok-orok lembut, (em Indonésia); kurotararia junsea; (no Japão); yin du ma, tai yang ma, zi xiao rong, shu ma, (em China).
  • Família: Fabaceae.
  • Características: herbácea anual ou bianual.
  • Porte: 1,50 m a 2,50 m.
  • Cor da flor: amarela.
  • Cor da folhagem: verde-clara.
  • Origem: Índia e Paquistão.
  • Clima: Tropical ou subtropical.
  • Luminosidade: sol pleno.

Responder Jaime de Moura Ferreira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

4 Comments

  1. Gostaria de saber como adquiro as sementes da crotolária.

  2. Onde encontro sementes Crotolária Juncea? Obtigada

    • Boa noite Ida,

      Você pode comprar essas sementes pela internet. Segue um link:

      http://www.crotalaria.com.br/

      Soube também que a Secretaria da Saúde de Sorocaba, fez campanha incluindo a distribuição gratuita de mudas dessa leguminosa. Entre em contato com eles.

      Abraços