Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Dietes iridioides

moréia, moréia branca

Foto de Yercaud-elango, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Muito parecida com a íris, sendo mais rústica do que aquela, tem folhas compridas e estreitas, com flores brancas e o centro amarelo e três pétalas que se desprendem do interior da flor, durando apenas um dia, mas desabrochando outras de imediato.

Foto de Dick Culbert from Gibsons, B.C., Canada, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons

Não requer manutenção alguma, embora a adição de esterco curtido de boi nos finais de inverno seja aconselhada e pode ser cultivada formando maciços ou como forração complementar de arbustos maiores. Não é afetada por pragas ou doenças, mas a podridão da raiz e a ferrugem podem ocorrer caso o solo fique muito úmido.

É reproduzida em qualquer época do ano, por divisão da touceira, tomando o cuidado de preservar uma parte do rizoma para cada muda.

  • Sinônimos estrangeiros: lirio africano, iris de lluvia, lirio de quince días, (em espanhol);  african iris, fortnight lily, wild iris, wood iris, (em inglês); iris sud-africain sauvage, iris d’Afrique du sud, (em francês); indawo-yehlathi, isiqiki-sikatokoloshe, isishuphe somfula, (em zulu); blaue pfauenblume, (em alemão).
  • Família: Iridaceae.
  • Características: planta herbácea perene.
  • Porte: 0,40 a 0,60 centímetros de altura.
  • Fenologia: primavera, verão e outono.
  • Cor da flor: branca com o centro amarelo.
  • Cor da folhagem: verde escura.
  • Origem: costa leste da África do Sul.
  • Clima: subtropical/temperado. Tolera frio e geadas leves.
  • Luminosidade: pleno sol.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange