Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Drosera capensis

orvalhinha-do-cabo, drosera do cabo, drosera-da-capa

Foto de Bouba at French Wikipedia, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Ela tem um cultivo muito fácil, não precisando de adubos, apenas um substrato arenoso com 60% de musgo sphagnum, mantido sempre muito úmido. É uma habilidosa carnívora que aprisiona insetos, como moscas, aranhas, lesmas, formigas e mosquitos, graças a um muco doce, grudento e com penugem nas folhas, similares a tentáculos pequenos. Quando o inseto anda em cima das folhas, fica aprisionado nessa substância pegajosa, ao se tentar libertar, as glândulas se dobram e se enroscam ao redor dele, pegando-o com firmeza. Em seguida, a planta solta enzimas digestivas decompondo a presa e assimilando os nutrientes dela.

Foto de Sylvain Bezy, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Alguns estudos indicam que a Drosera capensis pode ter propriedades medicinais, sendo usada no tratamento de doenças respiratórias, como anti-inflamatório natural, dores de cabeça e febre.

Seu nome Drosera deriva do grego, sendo traduzido como “orvalho”, por causa das brilhantes gotas de mucilagem que surgem no final de cada folha e capensis é dado pelo habitat na Província do Cabo, na África do Sul.

Foto de Parent Géry, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Pode ser reproduzida, facilmente, mediante suas sementes. Para semeá-las, recomendo utilizar um substrato composto de turfa, areia e perlita, em partes iguais. O substrato deve ser mantido úmido, mas não encharcado. As sementes devem ser plantadas na superfície do substrato e não devem ser enterradas. A germinação delas pode levar de 1 a 2 semanas.

  • Sinônimos estrangeiros: cape sundew, cape flytrap, african sundew,  (em inglês); drosera de la cuna de venus, drosera de hojas redondas, drosera de la tapa, (em espanhol);  drosera du cap, drosera à feuilles rondes, drosera à capuchon, (em francês);  kap-schlauchpflanze, kap-fliegenfalle, kap-drosera, (em alemão); drosera del capo, drosera a foglie rotonde, drosera a cappuccio, (em italiano); haetorisō, (em japonês); bǔyíngcǎo, (em chinês); parijŏk, (em coreano).
  • Família: Droseraceae;
  • Características: planta carnívora perene;
  • Porte: 10 a 20 centímetros de altura;
  • Fenologia: verão;
  • Cor da flor: rósea;
  • Cor da folhagem: verde, com pequenas manchas vermelhas ou rosadas nas pontas das folhas;
  • Origem: Província do Cabo, África do Sul;
  • Clima: subtropical/tropical/temperado; em temperaturas muito baixas, a planta pode entrar em dormência.
  • Luminosidade: sol matutino ou vespertino, não suporta a luz solar intensa nos trópicos.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange