Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Erythrina poeppigiana

mulungu-do-alto, suinã

Foto de Veronidae, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Uma árvore introduzida em vários lugares da América Central, Caribe, África, Índia e Ásia tropical. Espinhosa, com folhas trifoliadas e flores vistosas em racemos terminais, a levou a ser aproveitada como ornamental, tanto nos jardins, parques, praças, como em calçadas, produzindo um verdadeiro tapete florido debaixo da árvore, igualmente é usada para sombreamento de café e cacau. É a emblemática árvore do estado de Mérida, Venezuela. Amplamente cultivada, é fixadora de nitrogênio e fonte de forragem, crescendo principalmente no bioma tropical sazonalmente seco, nas florestas ribeirinhas e de terras altas das bacias do Amazonas e do Orinoco e nas florestas úmidas do Pacífico do Equador e da Colômbia, em terras baixas tropicais úmidas e subúmidas que recebem de 1.000 a 4.000 mm de precipitação anual.

Foto de Alejandro Bayer Tamayo from Armenia, Colombia, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

Uma  característica interessante que ela apresenta, quando cresce em áreas mais altas, é a grande quantidade de plantas epífitas que pendem de seus galhos. Chamam especialmente a atenção as chamadas barbas-de-velho, (Tillandsia usneoides), formando uma espécie de cortina cinza-prateada. Às vezes, essas bromélias cobrem completamente a árvore.

Foto de Ymmer Vanegas, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

As sementes, casca e raízes contêm alcaloides semelhantes ao curare e podem ser moídas para produzir inseticidas e uma preparação para atordoar os peixes, que dessa maneira, são facilmente capturados. As folhas também contêm alcaloides tóxicos, mas nenhum efeito adverso foi relatado para bovinos ou caprinos que consomem a folhagem.

É facilmente propagada a partir de estacas de galhos com 50 centímetros de comprimento, de árvores com 5 a 8 anos de idade, também é reproduzida a partir de sementes.

  • Sinônimos estrangeirosmountain immortelle, coral tree, immortelle-tree, (em inglês);  poró extranjero, poró gigante, amapola de sombra, amasisa, barbatusco, brucayo, búcare, bucaro, bucayo, bucayo gigante, cachimbo, cámbulo, ceibo, elequeme, gallito, helequeme, immortelle, palo de boya, poró desombra, saibo, písamo, (em espanhol); bois immortelle, (em francês).
  • Família: Fabaceae.
  • Características: árvore caducifólia.
  • Porte: 10 a 20 metros de altura.
  • Fenologia: especialmente no inverno.
  • Cor da flor: alaranjada.
  • Cor da folhagem: verde.
  • Origem: Panamá ao noroeste da Argentina, no Brasil, nos Estados de Amazonas, Pará, Rondônia e Acre.
  • Clima: tropical/subtropical.
  • Luminosidade: sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comments

  1. Sensacional professor, muito obrigado!

    • Ah Claudiomiro, que bom que você gostou!

      Abraços

Secured By miniOrange