Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Erythrina velutina

mulungu, suinã, pau-de-coral, canivete, mulungu-da-caatinga, corticeira-do-banhado, pau-imortal, muchocho,  sanaduí, sananduva, saranduba, bico-de-pássaro, maçaranduba

Foto de Derek Keats from Johannesburg, South Africa, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons

Uma árvore esplêndida com um tronco espinhento de até 60 centímetros de diâmetro e copa arredondada e aberta. As flores são das mais bonitas do gênero com tonalidade alaranjadas e é vista frequentemente na Caatinga nordestina e em Minas Gerais. É de rápido crescimento, possuindo um poder de regeneração muito alto quando cortada, rebrotando ainda mais forte e florindo intensamente. As folhas tem poder calmante em forma de chá.

Foto de Derek Keats from Johannesburg, South Africa, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons

Uma árvore muito apropriada na arborização de praças, ruas e parques públicos, assim como em jardins residenciais, também pode ser cultivada como sombreamento dos cacaueiros.

O nome Erythrina deriva do grego “erythros“, que é traduzido como vermelho, aludindo à cor de suas flores e o epíteto específico “velutina” vem do latim, por causa da folha ter pelos macios e delicados.

É propagada por sementes escarificadas ou por estacas.

  • Sinônimos estrangeiros: coral-bean-tree, (em inglês); bucare-velludo , pinonda-costa, pinon-espinhosa, piñón real,  pepito colorado, bucare, peonita, cocho, coral, (em espanhol); arbe-a-coral, (na Guiana Francesa).
  • Família: Fabaceae.
  • Características: árvore caducifólia.
  • Porte: 8 a 13 metros de altura.
  • Fenologia: inverno.
  • Cor da flor: alaranjada.
  • Cor da folhagem: verde.
  • Origem: Brasil, Antilhas, Venezuela, Colômbia, Equador, Ilhas Galápagos e Peru.
  • Clima: tropical/subtropical.
  • Luminosidade: Sol pleno.

Responder raul canovas Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comments

  1. Fiquei confusa… O mulungu ou corticeira do banhado gosta de terras bem úmidas… Na minha propriedade aqui em Atibaia-SP nascem espontaneamente em terrenos muito molhados , na beira do ribeirarão…
    É a mesma do bioma caatinga???

    • Oi Roberta,

      A Erythrina velutina cresce em áreas úmidas, como várzeas e beira de rios da Caatinga, bioma da Região Semiárida do nordeste brasileiro.

      O gênero Erythrina contempla cerca de 115 espécies distribuídas em todas as regiões tropicais do mundo, desenvolvendo bem em solos úmidos.

      Abraços

Secured By miniOrange