Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Eugenia uniflora

pitanga, pitangueira, ginja

Embora todo seu prestigio resida nos frutos, a pitanga deve ser levada mais em conta no paisagismo residencial. Fácil de cultivar, se adapta tanto em climas temperados como nos subtropicais e tropicais, em regiões do Cerrado, costeiras ou serranas ate 1.600 metros de altitude e em solos de pouca fertilidade, sendo uma boa opção para a recuperação de áreas degradadas, matas ciliares, lagos e represas, onde serve de alimento a tartarugas e várias espécies de peixes, como pacu e tambaqui. E de crescimento rápido desde que irrigada com regularidade, começando a frutificar em menos de três ou quatro anos.

O tronco se ramifica, apresentando coloração por vezes esbranquiçada, avermelhada ou acinzentada e descamando-se revela manchas esverdeadas.

As flores produzem néctar atraindo abelhas e os frutos são disputados por varias espécies de pássaros, como bem-te-vis, caturritas, sanhaços-cinzentos, jacuaçus, surucuás, graúnas, sabiás-laranjeira, guaxes, cardeais-de-topete-vermelho, além claro de nós humanos que os consumimos in natura, assim como na forma de geléias, sorvetes, licores, vinhos, doces e aromatizando cachaças. Apesar de saborosos e ricos em cálcio, vitaminas A, C, do complexo B, ferro e fósforo e com capacidade antioxidante, não são comercializados por serem frágeis e de difícil transporte. Inclusive as folhas aromatizam sucos, chás e também são utilizadas popularmente como anti-hipertensivo, diuréticas, adstringentes e nos tratamentos do diabetes. Essas mesmas folhas, quando novas, ficam avermelhadas, destacando se na copa da árvore.

O extrato de pitanga é empregado como cosméticos para banhos de espuma, cremes, xampus e condicionadores, devido às suas propriedades remineralizantes, hidratantes e suavizantes

  • Sinônimos estrangeiros: brazilian cherry, surinam cherry, south cherry (em inglês); ñangapiry, capulí, pitanga, grosella, cereza de cayena, pendanga, cereza cuadrada, guinday, (em espanhol); pitanga, surinam cherry, brazilian cherry, cayenne cherry, cerisier carré (em Inglês); cerisier de cayenne, cerisier carré, cerisier créole, cerise à côtes, roussaille, cerise de pays, (em francês); Surinaamsche kersh, zoete kers, monkie monkie kersie (em alemão)
  • Família: Myrtaceae
  • Características: Árvore semidecídua, com copa arredondada.
  • Porte: 3 a 8 metros
  • Fenologia: Floração agosto a novembro. Frutificação setembro a fevereiro
  • Cor da flor: Branca
  • Cor do fruto: Vermelho
  • Cor da folhagem: Verde brilhante
  • Origem: Norte da Argentina, Paraguai, Bolívia, Uruguai e no Brasil em São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo ate o Rio Grande do Sul.
  • Clima: Sub-tropical/tropical
  • Luminosidade: sol pleno

Responder Marilsa Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

18 Comments

  1. Tenho uma pitangueira com 10anos e até hoje não frutificou, está em sol pleno e regas dia sim dia não.Como fazê-la frutificar? Obrigada.

    • Paula,

      Precisaria saber aonde você mora, já que a pitangueira reage de formas diferentes dependendo da região e do clima. Em princípio lhe recomendo o seguinte, para que floresça e em seguida frutifique:

      – Observe se ela recebe vento. Isto a prejudica;
      – As pitangueiras não suportam frios intensos;
      – Regue-a com frequência, sem encharcar o solo, que deve ser bem drenado;
      – Caso a copa ser muito densa, faça poda de raleio, também suprima qualquer brotação do tronco até uma altura de 60 cm do solo;
      – Faça uma adubação utilizando os seguintes componentes, que deveram ser bem misturados antes da aplicação em solo afofado, para que penetrem até uma profundidade de 10 cm:
      6 kg de esterco de galinha,
      1 kg de farinha de ossos,
      O equivalente a 20 litros de cinzas de lenha livres de sal e/ou gordura,
      400 g do fertilizante Forth Frutas (este deve ser repetido a cada 60 dias),
      Pulverize a copa com Fosway, conforme as instruções da bula.
      – Na projeção da copa faça uma camada de 5 cm com um bom substrato.

      Abraços

  2. Fiquei muito feliz com as informações sobre a pitanga! Obrigado pela oportunidade de conhecer mais um pouquinho!

    • Você merece Marilsa!

  3. Eu tenho um pé de pitanga que tem uns 7 anos e nunca botou nenhuma pitanga.A árvore é frondosa e muito bonita, as vezes eu tenho que cortar as um pouco pois o meu jardim não muito grande. Já botei vários tipos de adubo que me indicam mais não da certo. O meu sonho é comer uma pitanga do meu pé e os passarinho também iriam gostar muito.Por favor me ajudem!
    PS: Eu também tenho um pé de jabuticaba que é a mesma coisa nunca botou e foram comprados juntos.

    • Me disseram que temos que plantar duas perto, pois trocam princípios ativos. Estou com 2 esperando para plantar no quintal. Boa sorte!

      • Thereza,

        Lhe informaram errado. A pitangueira é monoica e a dispersão é feita pela abelha, sanhaço-azul, sabiá-laranjeira, bem-te-vi e outras aves, colaborando com a polinização.

        Abraços

    • Alice,

      Precisaria saber aonde você mora, já que a pitangueira reage de formas diferentes dependendo do clima. Em princípio lhe recomendo o seguinte, para que floresça e em seguida frutifique:

      – Observe se ela recebe vento. Isto a prejudica;
      – As pitangueiras não suportam frios intensos;
      – Regue-a com frequência, sem encharcar o solo, que deve ser bem drenado;
      – O sol é fundamental para florescer. Caso a copa ser muito densa, faça poda de raleio, também suprima qualquer brotação do tronco até uma altura de 60 cm do solo;
      – Faça uma adubação utilizando os seguintes componentes, que deveram ser bem misturados antes da aplicação em solo afofado, para que penetrem até uma profundidade de 10 cm:

      6 kg de esterco de galinha,
      1 kg de farinha de ossos,
      O equivalente a 20 litros de cinzas de lenha livres de sal e/ou gordura,
      400 g do fertilizante Forth Frutas (este deve ser repetido a cada 60 dias),
      Pulverize a copa com Fosway, conforme as instruções da bula.

      – Na projeção da copa faça uma camada de 5 cm com um bom substrato.

      Isto vale também para sua jaboticabeira.

      Abraços

  4. sempre aprendendo hermaño.. Raul… gde abs!!!

  5. Como cultivar a pitangueira?
    Tenho no jardim, já deu poucos frutos e agora parou.
    Regas?
    Poda?
    Agradecida.

    • Boa tarde Itamar,

      Para uma frutificação abundante mantenha uma umidade boa no solo (sem encharcar), principalmente no florescimento e frutificação.

      A poda deve ser feita apenas para eliminar ramos secos e encavalados, estimulando a entrada de sol em toda a copa.

      As adubações devem ser feitas na área sob a projeção da copa, numa faixa circular, afastada do tronco 30 cm. No início da estação chuvosa aplique 3 kg de farinha de ossos e 3 kg de esterco de galinha, numa profundidade de 5 a 10 cm. A partir da primavera e at´meados do outono complemente com o fertilizante Forth Frutas a cada 60 dias.

      Abraços

  6. Raul, obrigada por escrever! A cada vez eu leio, eu aprendo mais detalhes da flora do Brasil. Abçs

    • Fico contente Courtney sabendo que os textos lhe são úteis!

  7. A pitanga aqui de casa está carregada. Diferente do ano passado percebi que molhando ela diariamente deu uma carga gigante. A árvore ficou carregada se flores, e agora já está com frutos… Pelo chão, no bico dos pássaros que fazem uma ruaça para pegar os frutos… Kkk lindo de se ver. Ótimo texto Professor.

  8. Tenho um pé de pitanga no meu jardim nasceu por acaso, mas nunca floriu ou deu frutos. Qual seria o problema?

    • Oi Maria Helena,

      Vários motivos podem atrasar a produção de frutos:

      – Falta de sol;
      – Podas de formação;
      – Ausência de polinizadores;
      – Nutrição.

      Neste último caso recomendo que faça uma adubação usando:

      – 300 g de calcário dolomítico;
      – 500 g de farinha de ossos;
      – 500 g de esterco de galinha curtido;
      – O equivalente a 10 litros de cinzas de lenha livres de sal e/ou gordura;
      – 150 g do fertilizante Forth Frutas a cada 60 dias.

      Abraços