Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Gardenia jasminoides

jasmim-do-cabo, gardênia

Este arbusto, que homenageia Alexander Garden (1730-1791), médico escocês, botânico e zoólogo que se instalou em Charleston, Carolina do Sul em 1752, é um dos mais populares entre os florífero, tanto pelo perfume de sua florada como pelo brilho da folhagem. Seu cultivo na China data da dinastia Song (960-1279 d.C.), quando suas flores foram retratadas em pinturas, como também na dinastia Yuan (1271-1368) e na dinastia Ming (1368-1644) nas delicadas porcelanas.

Com folhas brilhantes, verde-escuras, coriáceas e de formato oval, suas flores grandes e serosas desprendem uma fragrância inconfundível, podendo ser simples ou dobradas. A floração ocorre em meados da primavera e início do verão estendendo-se até o outono.

Existem cerca de 250 espécies conhecidas e elas podem ser cultivadas sem podas de adensamento, apenas de limpeza. Com maior ventilação a gardênia fica menos suscetível a doenças. Pode ser plantada isoladamente ou em grupos, podendo formar cercas-vivas. O ideal é realizar a poda após a floração.

O cultivo deve ser feito, preferentemente, em áreas que recebam o sol matutino, em solos férteis, ácidos (pH de 5,5 a 6,5) e com boa drenagem, enriquecidos com matéria orgânica e regas regulares. São muito aproveitadas, além dos canteiros, em vasos, em sacadas e em pátios. Multiplica-se por estaquia de ramos semilenhosos após a floração.

As gardênias podem sentir a falta de ferro quando se mostram com folhas amareladas e se ressentem da perturbação radicular ocasionada por árvores quando cultivadas sob a copa delas. O gotejamento irrigando estes arbustos irá manter a água livre da folhagem e das flores e evitar as manchas foliares e o murchamento dos botões florais.

  • Sinônimos estrangeiros: cape jasmine, cape jessamine (em inglês); gardénia, cape jasmine, gardenie; jasmin du cap (em francês); gardenia, jazmín del cabo (em espanhol); gandhraj (em Índia); blueten-gardenie (em alemão); chih-tzu (em chinés); jasmijn, kaapse; knoopsgatbloem (na Holanda).
  • Família: Rubiaceae.
  • Características: Arbusto.
  • Porte: 1,50 a 1,60 m de altura.
  • Fenologia: Primavera, verão e inicio do outono.
  • Cor da flor: Branca, amarelada quando amadurecida.
  • Cor da folhagem: Verde-escura e brilhante
  • Origem: Sul da China, Taiwan, Japão, Vietnã, Coréia, Mianmar e Índia.
  • Clima: Temperado, subtropical ou tropical de altitude. Não suporta geadas.
  • Luminosidade: Sol levemente filtrado.
Raul Cânovas nasceu em 1945. Argentino, paisagista, escritor, professor e palestrante. Com 50 anos de experiência no mercado de paisagismo, Cânovas é um profissional experiente e competente na arte de impactar, tocar, cativar e despertar sentimentos nos mais diversos públicos.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.