Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Gardenia jasminoides

jasmim-do-cabo, gardênia

Este arbusto, que homenageia Alexander Garden (1730-1791), médico escocês, botânico e zoólogo que se instalou em Charleston, Carolina do Sul em 1752, é um dos mais populares entre os florífero, tanto pelo perfume de sua florada como pelo brilho da folhagem. Seu cultivo na China data da dinastia Song (960-1279 d.C.), quando suas flores foram retratadas em pinturas, como também na dinastia Yuan (1271-1368) e na dinastia Ming (1368-1644) nas delicadas porcelanas.

Com folhas brilhantes, verde-escuras, coriáceas e de formato oval, suas flores grandes e serosas desprendem uma fragrância inconfundível, podendo ser simples ou dobradas. A floração ocorre em meados da primavera e início do verão estendendo-se até o outono.

Existem cerca de 250 espécies conhecidas e elas podem ser cultivadas sem podas de adensamento, apenas de limpeza. Com maior ventilação a gardênia fica menos suscetível a doenças. Pode ser plantada isoladamente ou em grupos, podendo formar cercas-vivas. O ideal é realizar a poda após a floração.

O cultivo deve ser feito, preferentemente, em áreas que recebam o sol matutino, em solos férteis, ácidos (pH de 5,5 a 6,5) e com boa drenagem, enriquecidos com matéria orgânica e regas regulares. São muito aproveitadas, além dos canteiros, em vasos, em sacadas e em pátios. Multiplica-se por estaquia de ramos semilenhosos após a floração.

As gardênias podem sentir a falta de ferro quando se mostram com folhas amareladas e se ressentem da perturbação radicular ocasionada por árvores quando cultivadas sob a copa delas. O gotejamento irrigando estes arbustos irá manter a água livre da folhagem e das flores e evitar as manchas foliares e o murchamento dos botões florais.

  • Sinônimos estrangeiros: cape jasmine, cape jessamine (em inglês); gardénia, cape jasmine, gardenie; jasmin du cap (em francês); gardenia, jazmín del cabo (em espanhol); gandhraj (em Índia); blueten-gardenie (em alemão); chih-tzu (em chinés); jasmijn, kaapse; knoopsgatbloem (na Holanda).
  • Família: Rubiaceae.
  • Características: Arbusto.
  • Porte: 1,50 a 1,60 m de altura.
  • Fenologia: Primavera, verão e inicio do outono.
  • Cor da flor: Branca, amarelada quando amadurecida.
  • Cor da folhagem: Verde-escura e brilhante
  • Origem: Sul da China, Taiwan, Japão, Vietnã, Coréia, Mianmar e Índia.
  • Clima: Temperado, subtropical ou tropical de altitude. Não suporta geadas.
  • Luminosidade: Sol levemente filtrado.

Responder Adriana Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

12 Comments

  1. Oi Raul..desde q comecei a me interessar pelas espécies e conheci o Jasmim do Cabo achei q foi trazida do Cabo,pelos portugueses. Mas vc n se refere a isso. Vc tem idéia do pq ser chamada popularmente com esse nome ?

    • Oi Maria Helena,

      Sinceramente não sei por quê é chamada de jasmim-do-cabo. É difícil saber sobre os nomes populares das plantas.

      Abraços

  2. Ola Raul, tenho uma cerca viva de jasmim do cabo suas folhas estao crescendo menores e seus galjhos estão com uma cobertura de musgo. o que posso fazer?

    • Olá Adriana,

      As folhas estão cobertas por uma fuligem preta? Se é isto elas estão com fumagina. Ela aparece em forma de uma camada escura e gordurosa, similar à fuligem e é causada por fungos que surgem nos excrementos de cochonilhas e pulgões. O jasmim-do-cabo é a vítima mais comum desse fungo.

      Lave as folhas com uma calda de sabão de coco e posteriormente pulverize com óleo mineral a 1%.

      Abraços

  3. Sao muito sujeitas a fumagina
    Como combate las?

    • Olá Regina,

      É fácil combater a fumagina. Ela aparece em forma de uma camada escura e gordurosa, similar à fuligem e é causada por fungos que surgem nos excrementos de cochonilhas e pulgões. O jasmim-do-cabo é a vítima mais comum desse fungo.

      Lave as folhas com uma calda de sabão de coco e posteriormente pulverize com óleo mineral a 1%.

      Abraços

  4. Olá !!! Gostaria de comprar uma gardenia pra cultivar em vaso na minha varanda, mas meu receio está no excesso de sol, pois a minha varanda está voltada para Noroeste sem barreiras. Moro no Rio de Janeiro. Ela é uma planta resistente ao sol forte ? Muito Grata !!!

    • Olá Simone,

      Sim, a Gardenia jasminoides cresce bem a pleno sol. Nessa situação ela se livra de doenças e pragas.

      Talvez o único motivo que ela pode estranhar é a falta de temperaturas baixas no inverno. Mas pode cultiva-la, ela vai gostar!

      Abraços

  5. Por favor, me perdoe a pergunta. Mas como faço para meu de Gardenia, wue já tem mais de 5 anos botar flor. O meu sonho é ver uma no pé.

    • Alice,

      Para estimular a floração da gardênia, adube-a com 1/2 kg de farinha de ossos, espalhada em volta do tronco principal e afofada superficialmente em seguida. Pulverize também com o fertilizante Líquido Forth Flores.

      Isto incentivará a floração de seu jasmim-do-cabo.

      Abraços

  6. O meu Jasmim do Cabo está com os galhos, ramos e brotos secando. Brasíia está com baixa humidade no ar, mesmo com (poucas) chuvas e estou regando as minhas plantas na varanda do apto 2 vezes por dia, já a minha Amoreira Portuguesa Gigante está bombando, toda verde e metida rs.
    O que fsço com o meu Jasmim do Cabo?

    • João,

      Entre as doenças mais comuns do jasmim-do-cabo está a podridão da raiz.

      A podridão da raiz é comum nos jasmins do cabo que são excessivamente regados ou que estão crescendo em solo com drenagem deficiente. Os fungos se aproveitam da planta estressada e destroem os tecidos das raízes, fazendo com que fiquem marrom, pretos ou mole. Você pode notar que sua planta está amarelando, com as folhas mais velhas afetadas primeiro – ela pode aparecer gradualmente ou causar uma súbita e generalizada murcha em sua gardênia. Muitas vezes você pode salvar plantas com podridão de raízes cavando-as, podando raízes danificadas e replantando-as em um local com melhor drenagem e mais luz solar. Tenha cuidado para apenas regar quando as duas polegadas superiores do solo estiverem secas ao toque para evitar problemas futuros.

      Abraços