Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Hedychium gardnerianum

lírio-do-brejo-amarelo, cana-roca, gengibre-amarelo, jarroca, conteira, choupa, roca-de-vénus, roca da velha, roca-do-vento, bananilha, rubim, flor-de-besouro

Foto de Forest & Kim Starr, CC BY 3.0 US, via Wikimedia Commons

Semelhante ao gengibre branco ( Hedychium coronarium ) e o gengibre vermelho ( Hedychium coccineum ), deve ser cultivado em solos úmidos ou pantanosos e férteis, como à beira de espelhos d’água, onde brinda inflorescências muito perfumadas, que resultam em sementes prontamente dispersadas por pássaros e outros animais que são atraídos por suas cores vivas. É considerada invasora, em vários países, entretanto  pode ser pensada nos jardins brasileiros sem receio.

Foto de Alexandre Albore, CC BY 4.0, via Wikimedia Commons

No nosso país foi introduzido após o descobrimento e foi descoberto pelos naturalistas que visitaram o Brasil, o lírio-do-brejo-amarelo era cultivado pelos Yanomami, Ashaninka, Matis, Marubo e Kayapó e chamado de mangarataia.

Hedychium tem sua origem no grego hedy que significa agradável, doce, perfumado e chion que traduzimos como neve, aludindo à  fragrância doce de suas flores nevadas. Por outro lado, gardnerianum, provavelmente se deva ao taxonomista, médico e botânico escocês George Gardener (1812 — 1849) que foi Diretor do Jardim Botânico Real de Peradeniya em Sri Lanka, durante o vice-reinado da Índia.

Foto de Forest & Kim Starr, CC BY 3.0 US, via Wikimedia Commons

É reproduzida pela divisão das touceiras na primavera e no verão e também pelos rizomas, sendo uma forma primária de propagação.

  • Sinônimos estrangeiros: kahila garland-lily, kahili ginger, (em inglês); jin jiang hua, (na China); mariposa amarilla, jengibre havaiano, edichio,  kahili, (em espanhol); gingembre-douleur, alongado, longose ​​de gardner, (em francês); girlandenblume, (em alemão); sol kewara, (no Nepal).
  • Família: Zingiberaceae.
  • Características: arbusto de textura herbácea, rizomatoso.
  • Porte: 1,70 a 2,40 metros de altura.
  • Fenologia: verão, início do outono.
  • Cor da flor: amarelo-clara, com longos estiletes vermelhos.
  • Cor da folhagem: verde claro e brilhante.
  • Origem: sopés dos Himalaias, no Paquistão, Índia, Nepal e Butão.
  • Clima: tropical/subtropical.
  • Luminosidade: sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange