Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Hoyas: ótima opção de trepadeiras para sombra

Não é à toa que seu nome popular é flor de cera. Estas trepadeiras que vieram das florestas tropicais da Ásia possuem flores lindas e muito delicadas. São mais de 300 espécies, cada uma com as suas particularidades.

Suas flores normalmente são em forma de cachos e possuem várias cores, formatos, tamanhos e aromas. As cores mais comuns que encontramos são rosa clara, roxa, branca, amarela, laranja e bege. Podem ser pequenas e também grandonas (do tamanho de uma bolinha de ping-pong). Algumas flores são tão lisas e brilhantes que parecem que foram enceradas, já outras parecem camurça. Algumas delas são cheirosas.

Já a folhagem é outro destaque destas trepadeiras. Podem ter as folhas verdes, variegatas, amarelas, mescladas ou avermelhadas. Possuem ainda várias formas, podendo ser no formato de um coração, redonda, fininha ou retorcida. Algumas espécies, como a Hoya Compacta e a Hoya Bella, também podem ser cultivadas pendentes, formando uma bela cortina verde.

São plantas que não exigem muita água e nem muita umidade. São excelentes para jardins e varandas que tenham sombra. Podem crescer em árvores, pérgolas ou qualquer outro lugar onde ela possa se apoiar. Suas flores aparecem depois que a planta estiver adulta e ficam mais charmosas se as ramas puderem atingir uma boa altura, já que as flores ficam literalmente penduradas e viradas para baixo.

  • Nome Científico: Hoya
  • Familia: Apocynaceae
  • Exigências climáticas: Tropical
  • Porte: trepadeira
  • Nome popular: flor de cera
  • Exigências de luz: Baixa, moderada
  • Crescimento: Lento do inverno/ Moderado no verão
  • Origem: florestas Tropicais da Ásia (Tailândia, Indonésia, Ilha de Borneo, Malásia)
  • Exigências nutricionais: Moderada, maior na época de floração e crescimento
  • Tolerância à seca: Alta
  • Usos: Meia sombra e locais com baixa umidade
  • Exigências quanto ao solo: Drenado
  • Tolerância ao sol: Baixa

Responder Nair Ribeiro Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

30 Comments

  1. Parabéns pelo site! Uma dúvida, ela suportaria parte do sol da manhã e poderia ser plantada em vaso? Desde já grato pela resposta .

    • Fábio,

      Obrigado pelo elogio!

      Ela prefere locais de meia sombra. Não aconselho.

      Abraços

  2. Eu tenho um local entre a casa e o muro que bate luz, mas jamais sol.
    Qual a melhor trepadeira para cobrir esse muro de cinco metros?
    Seria Hera?

    • Rogério,

      São várias as trepadeiras que desenvolveriam nessa situação. Estas são algumas:

      Cissus rhombifolia – cipó-uva;
      Epipremnum pinnatum – jiboia;
      Davallia fejeensis – renda-portuguesa;
      Syngonium angustatum – singônio;
      Scindapsus pictus – potos-cetim;
      Fuchsia hybrida – brinco-de-princesa (FOTO);
      Hoya carnosa – flor-de-cera.

      Abraços

  3. Oi Déborah,
    Será que encontrei a tão esperada solução?
    Tenho em um vaso grande um esqueleto de bambu,plantado em lugar de sol pela manhã.
    O sol pega do solo até metade da planta,acho que porisso que o bambu não gostou.
    Como não consigo ter um bambu mossó ,que é a minha paixão,pensei em aproveitar o tronco usando uma trepadeira.
    Para mim ,não precisa florescer tanto,mas que tenha uma folhagem bonita!
    Pensei em tentar o jasmim trepadeira, mas vendo a descrição da Hoya …
    O que vc acha ?

    • Oi Márcia,

      Acho uma boa opção usar a Hoya suportada pelo colmo do bambu mossó. Ela, depois de dois ou três anos, crescerá bastante, talvez precise de espaço para soltar seus ramos.

      Abraços

  4. Como faço para acabar com pulmões branco.

    • Adriana,

      A joaninha australiana é a inimiga natural do pulgão branco;
      algumas aranhas também se alimentam desses pulgões.

      Polvilhar no solo carvão vegetal bem picadinho, junto com pitadas de cinzas de lenha livres de sal e/ou gordura e pulverize com Forth Defende.

      Abraços

  5. Os senhores mandam pelo correio, mudas de hoyas e o valor?

  6. Boa tarde procuro plantas trepadeiras para sombra que florescem para hambiente externo

    • João,

      As mais indicadas são:

      – Fuchsia hybrida – brinco-de-princesa (FOTO);
      – Hoya carnosa – flor-de-cera;
      – Thunbergia mysorensis – sapatinho-de-judia.

      Abraços

  7. Boa noite, gostaria de saber até que altura cresce a Hoya e quanto tempo demora para se formar, pois procuro uma trepadeira que ficará junto a um muro alto mais ou menos 4 metro e extenso. esta trepadeira é plantada com mudas ou estacas e pode ser adquirida no Ceasa, ou você indica vendedores dela.
    Muito obrigada, Maria Luiza.

    • Boa tarde Maria Luíza,

      A Hoya estende seus ramos por metros e metros, alcançando longas distancias.

      Ela é plantada por mudas e Déborah Acosta poderá indicar um vendedor: http://racosta.com.br/

      Abraços

  8. Boa tarde tenho lágrimas de Cristo para cobrir pergolado gostaria de saber como cuidar e podar obrigada.

    • Boa tarde Zélia,

      A lágrima-de-cristo (Clerodendrum thomsonae), deve ser plantada em solo fértil a pleno sol ou meia sombra, sobre suporte. Atenção: ela é sensível às geadas, suportando uma temperatura mínima de 10–13 ° C.

      Para produzir flores em abundancia, aplique um fertilizante de liberação lenta com micronutrientes a cada dois meses ou um fertilizante solúvel em água com micronutrientes mensalmente.

      Se o fertilizante escolhido não tiver cálcio, um suplemento separado de cálcio pode ser aplicado. Cascas de ovo trituradas misturadas ao solo são um excelente suplemento de cálcio orgânico para a lágrima de cristo.

      Abraços

  9. Gostaria de obter informações sobre trepadeiras para um canteiro onde só haverá luminosidade, mas não sol que fica em uma cozinha de uma casa urbana. Obrigada. Aguardo resposta. Abraço. Fátima.

    • Maria Fátima,

      Seguem algumas:

      Thunbergia mysorensis
      Hoya carnosa
      Begonia coccínea

      Trepadeiras de meia sombra sem flores:

      Syngonium podophyllum
      Senecio macroglossus “Variegatum”
      Tetrastigma voinerianum
      Asparagus setaceus
      Philodendron andreanum

      Abraços

  10. Já mandei minha mensagem pelo seus contatos. Se possível me dê retorno.

    • Juvenal,

      Não sei como enviou sua mensagem, entretanto não chegou até minhas mãos.

      Se sua questão envolve assuntos sobre paisagismo e/ou jardinagem lhe recomendo que use este veículo. Caso contrário envie para comercialraulcanovas@uol.com.br

      Abraços

  11. Tenho um estreito espaço enfrente uma janela de frente para o muro vizinho, gostaria de colorir o muro do meu lado com uma trepadeira que produza flores, o fato é que, apesar de não ser coberto, o sol não atinge esse local. Preciso de sugestão, se possível com fotos…Obrigado.

    • Olá Sebastião,

      Aconselho qualquer uma destas três trepadeiras floríferas para uma área sombreada:

      Thunbergia mysorensis;
      Hoya carnosa;
      Clerodendron splendens (FOTO)

      Abraços

  12. Gostaria de saber onde adquirir mudas de hoyas ( flor de Cera) na minha cidade

  13. Bom dia. Gostaria de receber informações de como adquirir mudinhas de Hoyas. Eu adquiriduas vezes mudas vindas do RS e eram estacas e não consegui fazê-las sobreviver. Posteriormente, adquiri uma em uma floricultura e esta está com flores. E duas delas que adquiri – compactas – uma está florescendo e a outra não. Porém, os preços são muito altos. Se puder me indicar alguém que possa me fornecer mudinhas a preços não muito altos eu lhe agradeceria. Abraços cordiais.

    • Boa tarde Manoel,

      Lamentavelmente não conheço produtores dela em Curitiba. Tente na Casa das Plantas: Av. Cândido Hartmann, 4405 – Santo Inacio, (41) 3272-0565 eles tem preços camaradas.

      Abraços

  14. Por favor,onde adquirir estas espécies de Hoyas mostradas neste site?Obrigada.

  15. Seriam estas, sementes da flor de cera?

    • Sinceramente não sei, Maria de Fátima, mas acho que não.
      A flor-de-cera multiplica-se por estacas, cortadas no final do inverno.
      Abraços