Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Hypericum inodorum

hipérico

Foto de ceridwen / Tutsan (Androseum hypericum)

Um arbusto para ser cultivado em solos úmidos, mas bem drenados. As folhas são perfumadas quando exprimidas e as flores, que atraem borboletas e abelhas, originam cachos de frutos vermelhos no outono.

No paisagismo é ideal formando grupos densos, em primeiro plano e combinando com arbustos mais altos, assim como em vasos em pátios e terraços.

Foto de Rachel C from Scotland, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons

O nome da planta vem das palavras gregas hyper que significa acima e eikon em referência à prática de pendurar as  flores acima de imagens, fotos ou janelas. O nome da palavra latina inodorus significa “sem cheiro” ou “sem fragrância”. O nome é uma referência  à propriedade que lhe foi atribuída para fazer fugir os espíritos malignos e as aparições. As flores costumavam ser penduradas sobre imagens religiosas no dia de São João e as pétalas parecem formar imagens, este fato teve grande importância na Idade Média, já que era usado em exorcismos por suas qualidades enigmáticas.

Pode ser propagado por estacas semi-lenhosas no verão.

  • Sinônimos estrangeiros: St. John’s Wort, (em inglês); hierba de San Juan, hipérico,  (em espanhol); millepertuis, (em francês); erba di San Giovanni, (em italiano).
  • Família: Hypericaceae.
  • Características: arbusto semi-perene.
  • Porte: 90 a 1,50 metros de altura.
  • Fenologia: verão e outono.
  • Cor da flor: amarela brilhante.
  • Cor da folhagem: verde-escura.
  • Origem: França , Itália e Espanha.
  • Clima: temperado/ subtropical (resistente ao frio, mas é danificado por geadas, quando perde as folhas, brotando nos primeiros calores)
  • Luminosidade: sol pleno ou sombra parcial.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange