Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Jasminum multiflorum

jasmim-da-china, jasmim-neve, jasmineiro-do-monte

Foto de Forest & Kim Starr, CC BY 3.0 US, via Wikimedia Commons

Um arbusto semi-lenhoso, que também pode ser conduzido como trepadeira, com ramos flexíveis e flores muito brancas e levemente perfumadas, florescendo durante grande parte do ano. Igualmente é indicado em renques, formando sebes e em vasos.

Foto de Forest & Kim Starr, CC BY 3.0, via Wikimedia Commons

Na Índia, suas flores são ofertadas nas cerimônias religiosas hindus e usadas para fazer guirlandas e as folhas e as cascas são aproveitadas há muito tempo na medicina tradicional; estudos científicos comprovaram a presença de princípios ativos no setor cardiovascular, nos extratos das folhas.

O nome botânico “Jasminum” provem da palavra árabe, “yasemin” para plantas docemente perfumadas.

A reprodução pode ser feita por estacas, após a floração, usando ponteiros com cerca de vinte centímetros de comprimento e tirando as folhas da base, enterrando-os em areia úmida, em local sombreado.

  • Sinônimos estrangeiros: star jasmine, (em inglês); jazmín estrellado, (em espanhol); jasmin des haies, (em francês); gelsomino, (em italiano); kundphul, (na Índia); mao mo li, (em chinês); malulee, (em thai).
  • Família: Oleaceae.
  • Características: arbusto perene.
  • Porte: 2,50 metros de altura.
  • Fenologia: primavera até o outono.
  • Cor da flor: branca, levemente perfumada.
  • Cor da folhagem: verde escuro.
  • Origem: China, Índia, Nepal, Butão, Laos, Birmânia, Tailândia e Vietnã.
  • Clima: subtropical. Não tolera geadas.
  • Luminosidade: sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange