Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Kolkwitzia amabilis

arbusto-amável, belo-arbusto

Foto de Cillas, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Um arbusto também classificado como Linnaea amabilis, com ramos densos e recurvados, de onde surgem flores espetaculares ocultando a folhagem verde azulada, ele deve ser utilizado formando grupos, especialmente em taludes onde luze sua ramagem arqueada. A casca esfoliante dos ramos maduros, com tonalidade marrom clara, oferece um lindo espetáculo no inverno, após a queda das folhas.

Foto de Père Igor, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Suas hastes tendem a se tornar densas e muito compridas após vários anos; nesse caso aconselho desbastar esses ramos ou corta-los deixando um terço deles. Esta poda pode ser feita imediatamente após a floração.

O arbusto tornou-se muito popular nos jardins do leste dos Estados Unidos após a Primeira Guerra Mundial, onde é indiferente às pragas e doenças.

Foto de Wilhelm Zimmerling PAR, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

O nome do gênero homenageia o botânico alemão, natural de Berlim, Richard Kolkwitz (1873 – 1956) e o epíteto específico significa adorável.

É multiplicado por sementes ou por estacas obtidas após a florada que devem ser fincadas em local sombreado.

  • Sinônimos estrangeiros:  beauty bush, (em inglês); kolkwitzia ravissant, buisson de beauté, (em francês); arbusto de la belleza, margarita falsa, (em espanhol); perlmutt­strauch, (em alemão); kolkwitzia della Cina, (em italiano); wèi shí,(em chinés).
  • Família: Caprifoliaceae
  • Características: arbusto caducifólio.
  • Porte: 4 a 5 metros de altura.
  • Fenologia: primavera.
  • Cor da flor: branca com suaves tons rosados e garganta amarela.
  • Cor da folhagem: verde azulada.
  • Origem: leste da China, Coreia.
  • Clima: temperado ( suporta geadas leves).
  • Luminosidade: sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange