Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Lavandula angustifolia

Lavanda, alfazema, lavanda-inglesa, lavanda francesa

Foto de Laslovarga, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Ela é eficaz para controlar o sistema nervoso, provocando o sono quando o óleo é aplicado próximo ao nariz. Na Grécia Antiga era chamada de nardus, por causa da cidade Naarda, do Império Selêucida, à beira do rio Eufrates. Também no Antigo Egito era aproveitada nos rituais de embalsamento e preparo de essências aromáticas. Seu nome lavanda deriva de “lavare”, referindo-se ao hábito dos antigos romanos que se perfumavam com ela nas termas.

Foto de Isiwal/Wikimedia Commons/CC BY-SA 4.0, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

A rainha Elizabeth I da Inglaterra (1533 – 1603), criou os still rooms, ambientes destinados à destilação da lavanda e era costume naquela época, até o inicio do século XIX, mergulhar guardanapos em lavanda, para limpar a boca no final do jantar.

Foto de Emőke Dénes, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Pode ser bebida em forma de chá, feito com as flores, frescas ou secas, minimizando dores de cabeça e crises nervosas, sendo contraindicada em casos de gravidez e lactação. Igualmente é eficiente para espantar traças, moscas, piolhos e mosquitos, quando acondicionada em saquinhos postos nas gavetas. Na I e II Guerra mundial era usada para limpar os ferimentos, em bandagens cirúrgicas.

Atualmente é muito produzida em Grasse, cidade francesa situada nos Alpes Marítimos na Costa Azul, para as indústrias de cosméticos e perfumaria.

No paisagismo é utilizada no Sul e Sudeste, especialmente nas regiões onde os invernos são mais frios, o solo deve ser bem drenado, alcalino e um tanto arenoso, já que prefere ambientes secos e quando cultivada nas regiões litorâneas fica realmente esplêndida. É linda agrupada em canteiros, quando combinada com arbustos maiores com folhas matizadas de diferentes verdes, assim como em vasos ou jardineiras, onde atrai abelhas e borboletas.

É reproduzida por estacas na primavera.

  • Sinônimos estrangeiros: english lavender, lavender, narrow-leaved lavender,  true lavender, (em inglês); lavanda, (em espanhol); lavendel, (em alemão); lavande vraie, lavande à feuilles étroites,  (em francês); lavanda, (em italiano).
  • Família: Lamiaceae.
  • Características: arbusto perene.
  • Porte: 0,50 a 1,00 metros de altura.
  • Fenologia: verão. Mas só floresce nas regiões de clima temperado.
  • Cor da flor: azul-lilás.
  • Cor da folhagem: acinzentada.
  • Origem: Portugal, nordeste da Espanha, nos Pirineus, Norte da Itália, Sul da França, Ilhas Canárias, Norte da África.
  • Clima: temperado ou subtropical. Tolerante às geadas.
  • Luminosidade: sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

Secured By miniOrange