Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Leea coccinea

Leea coccinea léia, léia-alaranjada

Com uma aparência similar a Nandina domestica, já que ela é ereta, foi classificada e introduzida na Inglaterra pelo botânico escocês James Lee (1715 – 1795) que a cultivou em Syon House, propriedade do Duque de Northumberland, cujos jardins foram desenhados por Capability Brown. Uma curiosidade é que o filme “Assassinato em Gosford Park” de Robert Altman, teve como cenário principal este palácio e foi vencedor do Oscar, na categoria de melhor roteiro original em 2001.

Mas, voltando à léia, me lembro que há mais ou menos trinta anos era desconhecida e decidi experimentá-la em um projeto a ser implantado em Bauru – SP. O colecionador que a cultivava duvidou que pudesse desenvolver longe das praias quentes do litoral Norte do Estado de Rio de Janeiro. Sem embargo, se aclimatou bem e hoje é comum nos jardins de todo o país.

Leea coccinea Tanto ela como a Leea rubra, que se diferencia pelo tom avermelhado das folhas, podem ser usadas formando grupos compactos para criar excelentes barreiras visuais, já que a folhagem forma uma estrutura muito densa e com um brilho que lhe é peculiar.

  • Sinônimos estrangeiros: Hawaiian holly, burgundy leea, west indian holly(em inglês).
  • Família: Vitaceae.
  • Características: Arbusto entouceirado e ereto.
  • Porte: 2 a 2,80 m de altura.
  • Fenologia: Primavera e verão.
  • Cor da flor: Vermelha.
  • Cor da folhagem: Verde-brilhante.
  • Origem: Burma, Camboja.
  • Clima: Tropical/ subtropical (não tolera geadas).
  • Luminosidade: Sol pleno ou meia-sombra.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

4 Comments

  1. Olá, minha leea verde está em vaso grande dentro da sala, mas muitos galhos estão secando e caindo. Qual deve ser a razão? O que devo fazer? Você pode me ajudar?

    • Olá Maria Inês,

      A razão deve ser a falta de luz natural. Embora as leeas suportem sombra, necessitam de, pelo menos, três horas de sol diariamente.

      Aconselho que posicione sua muda em um local onde possa receber sol, mesmo que filtrado.

      Como preventivo, caso alguma doença esteja atacando, pulverize com Cupro Dimy, três vezes, semanalmente.

      Abraços

  2. oi. tenho 02 leea verdes e estou com problemas 1 esta com manchas marrons na folhagem e a outra esta com uma substancia verde no caule pode me ajudar?

    • Oi Alessandra,

      Suas leeas foram afetadas por fungos. Faça três pulverizações, semanais, com Cupro Dimy. Isto irá resolver o problema.

      Abraços