Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Lysimachia congestiflora

lisimáquia

Lysimachia congestifloraTida por muitos como planta que pode ser cultivada à pleno sol, minha experiência não demostrou isto. Exposta diretamente aos raios solares murcha, perdendo a turgescência de seus ramos foliares. Em contra partida, quando plantada em áreas sombreadas ou com sol filtrado ou, ainda, recebendo os primeiros raios solares do dia, seu comportamento é ideal, permanecendo impecável até o pôr do sol, como a prímula e o cíclame, espécies da mesma família. É uma boa escolha para ser plantada em espaços com declividade, já que seus caules são curvados e compridos. Neste caso podem ser usadas 25 mudas por metro quadrado, dispostas triangularmente para uma melhor e mais rápida compactação e redução de vazios. É igualmente de desenvolvimento generoso quando “forra” vasos e jardineiras, de modo à inclinar-se nas bordas.

Pode ser multiplicada facilmente, através de estacas fincadas diretamente em um solo rico em húmus, permeável, porém pouco arenoso, sem nunca descuidar a umidade constante. Embora de fácil adaptação nas mais variadas regiões do país, recomendo sua plantação no Sul, Sudeste ou Centro-Oeste, onde as temperaturas são mais amenas.

  • Sinônimos estrangeiros: creeping jenny, persian chocolate, golden globes, (em inglês); lisimaquia, (em espanhol).
  • Família: Primulaceae.
  • Características: Forração herbácea, prostrada ou pendente e perene.
  • Porte: 15 cm de altura.
  • Fenologia: ano todo.
  • Cor da flor: Amarela.
  • Cor da folhagem: verde fosco.
  • Origem: Sul, Sudoeste e centro da China.
  • Clima: temperado, subtropical ou tropical de altitude.
  • Luminosidade: meia sombra.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.