Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Malpighia emarginata

acerola, aceroleira, cereja-do pará, cereja-de-barbados, cereja-das-antilhas

É uma arvoreta cuja firmeza e rusticidade lhe permitiu uma dispersão por várias regiões tropicais e subtropicais, incluindo as semiáridas. Ramificada desde a base, possui copa densa com pequenas folhas verde-escuras e brilhantes. As flores, polinizadas por abelhas, com cores róseos-esbranquiçados, formam cachos durante todo o ano e após três ou quatro semanas frutificam, com cores que vam do alaranjado ao púrpura bem escuro, passando pelo vermelho. O sabor do fruto é um pouco ácido e o aroma é parecido com o de uva, consumido na sua forma natural ou transformado em geleias, doces, sucos e sorvetes. Possui vitaminas A, B1, B2, B3, cálcio, fósforo, ferro e prepondera a vitamina C, que em algumas variedades alcança até 5 gramas por 100 gramas de polpa. Este valor chega a ser oitenta vezes superior ao do limão e da laranja.

No nosso país foi introduzida no estado de Pernambuco pela Universidade Federal Rural de Pernambuco em 1955, por meio de sementes provenientes de Porto Rico, dispersando-se, a partir desse momento, para o Nordeste e outras regiões do país. Prefere solo seco e arenoso e sol pleno e por causa de suas raízes superficiais, tem baixa tolerância aos ventos. No paisagismo pode ser cultivada formando renques em cercas e, também, de modo isolado, assim como em vasos em varandas e pátios.

  • Sinônimos estrangeiros: barbados cherry, west indian cherry, wild crepe myrtle, [ (em inglês); acerola, cerecita, manzanita, semeruco, (em espanhol).
  • Família: Malpighiaceae.
  • Características: Arvoreta frutífera e ornamental.
  • Porte: 2 a 4 metros.
  • Fenologia: Floração agosto a novembro. Frutificação janeiro a março.
  • Cor da flor: Rósea ou branca.
  • Cor do fruto: Alaranjado ao púrpura bem escuro, passando pelo vermelho.
  • Cor da folhagem: Verde escuro.
  • Origem: Antilhas, América Central e norte da América do Sul.
  • Clima: Tropical/subtropical.
  • Luminosidade: Sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

4 Comments

  1. Que pena!
    Gosto muito.
    Eu queria colocar em vaso mas aqui venta muito…

    • Márcia,

      Se você se refere ao Pittosporum, ele tolera muito bem os ventos.

      Abraços

  2. Bom dia, será que vc pode me falar sobre a orvalha, tenho uma, mas não sei muito sobre ela.
    Grata😊🙏