Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Melissa officinalis

erva-cidreira, erva-cidreira verdadeira, melissa, capim-cidreira, cidrilha, melitéia

Foto de Jamain, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

“Prima” da hortelã e do manjericão é uma erva usada em forma de chá ou em travesseiros, para promover o sono, também é antiespasmódica, cicatrizante e antinevrálgica, aproveitada igualmente pela indústria perfumista e em pastas de dentes. Na culinária é utilizada como tempero, especialmente para os peixes, sendo um dos ingredientes dos licores Bénédictine e Chartreuse. As folhas tem um delicado aroma de limão.

No paisagismo deve ser cultivada em solos arenosos, já que a pleno sol e em terras enxutas seu aroma é mais intenso, desse modo tapiza o solo perfumando o ambiente, onde pode ser agrupada com pequenos ou médios arbustos carentes de cheiros, para não saturar demais.

Foto de Silar, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Seu nome melissa deriva da palavra grega melissóphyllon, que significa “folha de abelha”, já que elas saboreiam com prazer o néctar da flor. Plinio o Velho (23 – 79 d.C.), dize certa vez que “Quando as abelhas estão cansadas, acham o caminho da colmeia através da melissa” e Dioscorides (40 – 90 d.C.), na sua obra Matéria Medica, destacava as propriedades curativas e calmantes dela. A melissa era essencial  na água carmelita ou Eau de Carmes, como é chamada em francês, destilada na França desde 1611 pelas freiras da Ordem Carmelita da Abadia de São Jus e foi feita a partir de uma fórmula secreta que sabemos que incluía melissa e angélica. A  água carmelita ajudava tanto na digestão quanto na pele, dependendo de seu uso. Versões modernas de Miracle Water e Carmelite Water são vendidas atualmente ainda na Europa. Avicena (980 – 1037 d.C.), sábio persa, a recomendava para “expulsar os vapores melancólicos”.

Foto de Cbaile19, CC0, via Wikimedia Commons

É multiplicada facilmente a partir de sementes ou por estacas cortadas no início da primavera com 7 centímetros de comprimento e dois pares de folhas.

  • Sinônimos estrangeiros: lemon balm, bee balm, sweet balm, (em inglês); melisa, limoncillo, menta melissa, cedrón, hoja de limón, toronjil​, (em espanhol); melisse, zitronenmelisse, herztrost, (em alemão); baume, mélisse, herbe citron, (em francês); melissa, cedronella, citronella, erba limona, (em italiano); xiang feng cao, xiang feng hua, xiang feng ye, (em mandarim); raihan al-limun, louiza, merzizou, mufarrehal qhalb, utrajul raihath, warqe habaqe rauhawi, (em árabe); honik-melise, (em yiddish); baadranjboyaa, billilotan, (na Índia); melissa lekarstvennaja, limonajamjata, matotschnik, roewnik, ptschel’nik, papotschnaja trawa, (em russo).
  • Família: Lamiaceae.
  • Características: herbácea perene.
  • Porte: 25 a 60 centímetros de altura.
  • Fenologia: verão, outono.
  • Cor da flor: esbranquiçada ou rósea, pouco aparente.
  • Cor da folhagem: verde claro.
  • Origem: sul da Europa, norte da África e da Ásia Menor.
  • Clima: temperado ou subtropical.
  • Luminosidade: sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange