Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Nematanthus gregarius

peixinho, columéia-peixinho

Foto de Dinkum, CC0, via Wikimedia Commons

É bastante comum quando cultivada em vasos suspensos, como planta pendente e também apropriada em jardins verticais e ambientes internos. A planta tem pequenas folhas perenes e carnudas, suas flores se parecem com o peixinho platy (Xiphophorus maculatus) e são de cor alaranjado, por isso o nome popular.

Foto de Krzysztof Ziarnek, Kenraiz, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Sendo uma planta epífita é muito indicada para ser cultivada nas fendas das árvores, junto com bromélias e ripsalis e protegida da luz solar, assim como dos ventos. A columéia-peixinho pode tolerar a umidade típica em uma residência de cerca de 40%; no entanto, seu hábito de crescimento melhora com o aumento da umidade ambiente.

Foto de Stickpen, Public domain, via Wikimedia Commons

A etimologia de seu nome botânico vem do grego nema, que significa “fio ou cabelo” e  anthos, que traduzimos como “flor”.

Multiplica-se por estacas, cortando a ponta de um ramo e deixando apenas uma folha, em seguida deve ser enterrada em areia úmida.

  • Sinônimos estrangeirosclog plant, pouch flower,  goldfish plant, (em inglês); pececillo, planta pescadito, (em espanhol); kussmäulchen, (em alemão); plante poisson rouge, (em francês);  pianta dei pesciolini rossi, (em italiano); hiposhirusa, nematantsusu, (em japonês).
  • Família: Gesneriaceae.
  • Características: herbácea perene e epífita.
  • Porte: ramos com 20 a 30 centímetros de comprimento.
  • Fenologia: ano todo, principalmente na primavera e no verão.
  • Cor da flor: alaranjado.
  • Cor da folhagem: verde escura e brilhante.
  • Origem: sudeste do Brasil.
  • Clima: tropical/subtropical. Não suporta os frios intensos.
  • Luminosidade: meia-sombra ou luz solar indireta.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange