Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Ocotea odorifera

canela-sassafrás

Foto de Daderot, Public domain, via Wikimedia Commons

Com folhas simples, coriáceas, alternadas e de forma elíptica a oblonga, medindo de 6 a 12 cm de comprimento, possuem uma fragrância característica quando esmagadas, exalando um aroma agradável, especialmente de suas folhas e casca, o que pode criar um ambiente mais perfumado e agradável. A Ocotea odorifera desempenha um papel importante na manutenção da biodiversidade das florestas da Mata Atlântica. Suas flores e frutos servem de alimento para diversas espécies de animais, incluindo aves e insetos. Suas raízes ajudam na estabilização do solo, prevenindo erosão, o que é particularmente útil em jardins situados em áreas inclinadas. Historicamente, a madeira de canela-sassafrás foi muito explorada devido à sua durabilidade e resistência. Além disso, a árvore é uma fonte de óleo essencial rico em safrol, que é utilizado na indústria de perfumes e na produção de inseticidas naturais.

É valorizada por sua folhagem perene e verde brilhante, que proporciona um visual atraente ao longo do ano. Suas folhas jovens possuem uma coloração avermelhada, adicionando um toque de cor aos jardins e é adequada para fornecer sombra em áreas de lazer, caminhos e espaços de convivência em jardins e parques, devido à produção de frutos e flores. Isso contribui para a biodiversidade e a saúde ecológica dos jardins. Também devido à sua resistência e adaptabilidade, a Ocotea odorifera é utilizada em projetos de recuperação de áreas degradadas e reflorestamento, contribuindo para a restauração de ecossistemas naturais.

As sementes devem ser plantadas logo após a colheita, pois perdem rapidamente a viabilidade. Mudas jovens precisam de sombreamento parcial até se estabelecerem.

  • Sinônimos estrangeiros: sassafras, brazilian sassafras, cinnamon bark, beebalm, silkybark, brazilian laurel, (em inglês); laurel brasileño, palo de canela, sasafrás, (em espanhol); yvyrá-mate ratá, inhandipé, (em guarani); cannelle du Brésil, bois de rose, sassafras brésilien, (em francês); sassafrasbaum, brasilianischer zimtbaum, brasilianischer lorbeerbaum, (em alemão); legno di cannella brasiliano, sassafrà brasiliano, alloro brasiliano, (em italiano); bāxī ròuguì, (em chinês); burajiru nikkei, (em japonês); qirfah al-Brazyl, (em árabe); brāzīliyāī dālcīnī, (na Índia).
  • Família: Lauraceae.
  • Características: árvore perenifólia.
  • Porte: 15 a 25 metros de altura.
  • Fenologia: de outubro a dezembro.
  • Cor da flor: amarelo-esverdeada.
  • Cor da folhagem: verde brilhante.
  • Origem: Misiones, na Argentina, Paraguai e Brasil no Sudeste e Sul, especialmente na Mata Atlântica.
  • Clima: tropical e subtropical úmido.
  • Luminosidade: sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Comments

  1. Olá, tudo bem tenho muitas mudas da ocotea aquelas fotos de folhas vermelhas seria de alguma outra variedade de
    Sassafras

    • Olá Nilson,

      Sim, é do Sassafras albidum.

      Abraços

  2. Onde encontro mudas para venda em São Paulo ou sul de Minas Gerais? Grato

Secured By miniOrange