Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Origanum vulgare

orégano

Foto de Zidat, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Uma planta usada como tempero na culinária italiana, espanhola, francesa e grega. Sempre presente nas pizzas e também nos molhos de tomate, vegetais refogados e nos pratos com carne e peixes, com suas folhas, frescas ou secas, utilizadas para dar sabor e aroma a esses pratos. Sempre essas folhas devem ser adicionadas no final da preparação dos alimentos, para não perder o perfume. Igualmente é utilizada nos tratamentos das gripes e resfriados, bronquite, flatulência, cólicas menstruais, distúrbios estomacais, asma, dores de dente, de ouvido, de cabeça, dores musculares e artrite. Além do mais tem propriedades antioxidantes.

Foto de Ivar Leidus, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

O autor greco-romano, Dioscórides (40 d.C. – 90 d.C.), na sua obra “De Materia Medica”, mencionava o orégano no século I e o filósofo Aristóteles (384 a.C. — 322 a.C.), lhe atribuía a propriedade de neutralizar o veneno das cobras. Já na Roma Antiga era o símbolo da felicidade dos jovens casais.

Este orégano é parecido com a manjerona  (Origanum majorana), o que faz com que frequentemente sejam confundidos e há muitas variedades, as vezes como ervas baixinhas outras como pequenos arbustos, crescendo, no seu habitat natural, em áreas montanhosas. Deve ser cultivado sempre em locais ensolarados, com solos muito bem drenados e baixa umidade ambiente, ideal para plantar em rock gardens junto a outras plantas que gostem de solo seco.

Foto de OhWeh, CC BY-SA 2.5, via Wikimedia Commons

Seu nome Origanum, significa algo assim como “a alegria da montanha”.

É reproduzido pela divisão das touceiras, também por estacas ou por sementes, no início da primavera.

  • Sinônimos estrangeiros: , wild marjoram, oregano,(em inglês); orégano, (em espanhol); dorst, dost, gemeiner dost, gewöhnlicher dost, dostenkraut, wohlgemut, müllerkraut, (em alemão); marjolaine sauvage, origain, (em franc&e circ;s); origano, (em italiano); ban tulsi, (na Índia).
  • Família: Lamiaceae.
  • Características: herbácea perene e aromática.
  • Porte: 30 a 60 centímetros de altura.
  • Fenologia: começo do verão.
  • Cor da flor: esbranquiçada, rósea, avermelhada ou violácea, muito aromática.
  • Cor da folhagem: verde e por vezes arroxeada.
  • Origem: região mediterrânea, Ásia Central. Na ilha de Creta é considerada endêmica.
  • Clima: temperado ou subtropical árido.
  • Luminosidade: sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange