Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Oxalis debilis var. corymbosa

azedinha, azeda-rosa, trevo-azedo, trevo-de-seda-rosa

É frequentemente encontrada em jardins, beiras de estradas e áreas perturbadas, preferindo solos bem drenados e ricos em matéria orgânica. Necessita de regas regulares, mas não tolera encharcamento. As flores, com 5 pétalas e nervuras e estame amarelo, as folhas, com sabor de limão e as raízes são comestíveis. Essas folhas trifoliadas se fecham à noite ou quando tocadas. Em algumas regiões, é considerada uma planta invasora, devido à sua capacidade de se espalhar rapidamente e competir com plantas nativas, porém pode ser utilizada como planta ornamental devido às suas belas folhas e flores.

Se propaga facilmente através dos bulbos e também pode se reproduzir por sementes. Os bulbos podem ser dispersos mecanicamente, e as sementes podem ser dispersas pelo vento ou por contato com animais.

  • Sinônimos estangeiros: large flowered pink sorrel, large-flowered pink-sorrel, lilac oxalis, pink shamrock, pink wood sorrel, pink wood-sorrel, pink woodsorrel, violet wood-sorrel, violet woodsorrel, (em inglês); trebol rosado, (em espanhol).
  • Família: Oxalidaceae.
  • Características: herbácea perene.
  • Porte: não ultrapassa os 30 centímetros de altura.
  • Fenologia: ano todo, preferentemente entre agosto e maio.
  • Cor da flor: rosa a roxo-claro.
  • Cor da folhagem: verde, às vezes, apresentam um tom arroxeado.
  • Origem: América do Sul, particularmente do Brasil e da Argentina.
  • Clima: subtropical/tropical/ temperado. Não tolera geadas fortes.
  • Luminosidade: meia-sombra.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange