Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Pachira aquatica

Monguba, munguba, castanhola, falso- cacau, castanha-do-maranhão, castanheiro-da-guiana, carolina, paineira-de-cuba, mamorana

A monguba é uma árvore presente em áreas úmidas, crescendo nas margens das lagoas, dos igapós e dos rios, ou em terrenos brejosos ou temporariamente alagadiços, por isso sua denominação “aquática”. Entretanto ela se adapta bem, com seu tronco curto, em solos mais secos, sendo recomendada para arborização em geral, especialmente pela sua boa sombra, fornecida pela copa frondosa. Porém não a recomendo para calçadas de ruas ou avenidas, por causa dos frutos pesados que ao cair podem ocasionar acidentes. Suas flores grandes são lindíssimas e perfumadas, com estames longos de extremidade púrpura e base amarela, polinizadas por morcegos nectarívoros. Depois produz frutos, c om quase dois quilos de peso, parecidos com o do cacau, contendo uma paina branca envolvendo muitas sementes, que são castanhas comestíveis, com um sabor que lembra um pouco o do coco . Estas podem ser consumidas fritas, assadas ou torradas.

Em 1986, um caminhoneiro de Taiwan plantou cinco mongubas pequenas em um vaso, com os troncos entrelaçados, isto causou tanto sucesso que se tornou moda no Japão e seguidamente, em grande parte do resto do leste da Ásia. Elas são, alegoricamente, associadas à fortuna financeira em empresas e residências, às vezes adornadas com fitas vermelhas.

  • Sinônimos estrangeiros: Money tree, malabar chestnut, french peanut, guiana chestnut, provision tree, saba nut, (em inglês); pumpo, castaño de guayana, cacao silvestre, apompo, ceibo de agua, zapotón de agua, (em espanhol).
  • Família: Malvaceae.
  • Características: Árvore.
  • Porte: 6 a 8 m de altura. Com mais de 12 metros nas matas úmidas.
  • Fenologia: Primavera, verão.
  • Cor da flor: Vermelhas com base amarela.
  • Cor da folhagem: Verde intenso.
  • Origem: Sul do México, América Central e América do Sul, preponderantemente na região amazônica até o Maranhão .
  • Clima: Tropical/subtropical.
  • Luminosidade: Sol pleno, meia sombra.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

2 Comments

  1. Não sei onde achou que o porte chega só até 8 m nos centros urbanos. Basta consultas no google Rua Olivia Bianco, 600 – Piracicaba SP pra ver os transtornos das duas maiores entre as cinco plantadas em 1999 lá.

    • João Valdir,

      Segui sua orientação para entrar no Google e verificar as fotos. Não encontrei os transtornos a que se refere, apenas constatei que a altura das Pachira aquatica estão com, aproximadamente, 8,00 metros, isto é a altura até um 3º andar. Também observei que as calçadas não estão afetadas pelas raízes.

      No texto esclareço que: “Porém não a recomendo para calçadas de ruas ou avenidas, por causa dos frutos pesados que ao cair podem ocasionar acidentes.”

      Abraços