Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Pachystachys lutea

Camarão-amarelo, flor camarão amarela


Um destacado arbusto que forma moitas adensadas, soltando inflorescências amarelo brilhantes, aprumadas e acima do seu dossel. Desenvolve bem em áreas de sombra ou áreas a pleno sol, sendo nas primeiras menos floríferas e é indiferente ao pH do solo, desde que não muito alcalino. Sua reprodução é feita por meio de estacas, iniciando sua floração antes mesmo de atingir os 30 cm de altura. Sua silhueta volumosa é marcante tanto em canteiros de jardim como em jardineiras, atraindo beija-flores. É interessante fazer uma poda no final do inverno para não estiolar, desse modo a reação deste arbusto é imediata, emitindo folhas e flores.

Não é vulnerável a pragas e doenças, desde que adubada anualmente com fertilizantes orgânicos, como farinha de ossos, torta de algodão e cinzas de lenha, livres de sal e/ou gordura.

  • Sinônimos estrangeiros: lollipop-plant, shrimp plant, golden candle, golden shrimp plant, (em inglês); choclo de oro, milho dourado, colita de camarón, (no Peru); camarón amarillo, planta de camarones dorados, planta de piruletas, justicia amarilla, (em espanhol); gelber zimmerhopfen, (em alemão); pachystachys jaune, chevrette jaune, bougie, chandelle, lanterne, (em francês).
  • Família: Acanthaceae.
  • Características: Arbusto semi-herbáceo.
  • Porte: 0,80 a 1,40 metros.
  • Fenologia: Primavera, verão, outono.
  • Cor da flor: Brácteas amarelas com flores brancas.
  • Cor da folhagem: verde escura.
  • Origem: Perú, Ecuador.
  • Clima: Subtropical/tropical, muito sensível a baixas temperaturas.
  • Luminosidade: Meia-sombra e pleno sol.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.