Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Coentro na Medicina Tradicional Chinesa

O coentro, Coriandrum sativum, pertence à família Apiaceae, a qual inclui erva-doce, funcho, cenoura, alcarávia, aipo e cominho. É uma planta que divide opiniões de forma radical, isto é, alguns a adoram e outros têm completa aversão ao seu aroma e ao seu paladar. No entanto, possui várias aplicações para o ser humano, tanto das folhas e das flores quanto das sementes, como, por exemplo, na culinária, na fitoterapia e na agricultura.

Um fato importante é que as suas sementes fornecem um óleo volátil, com propriedades antissépticas, que é utilizado em bebidas alcoólicas, em perfumes e em outros cosméticos. Outro refere-se ao seu uso, que ocorre desde a antiguidade, permanecendo  em quase todas as culinárias do mundo.

A sua composição química inclui óleos voláteis (constituídos por cânfora, geraniol, borneol e anetol, por exemplo), taninos, alcaloides e flavonoides. A presença de polifenóis e outros princípios ativos fitoquímicos está relacionada à sua elevada capacidade antioxidante, com aplicações no tratamento de reumatismos e indigestões. Na medicina popular, é utilizado como carminativo, antioxidante, diurético, digestivo, analgésico e afrodisíaco.

Na MTC tem sabor picante e natureza morna, reduz o yin, gera calor, faz transpirar, remove estagnação de Xue (sangue), regula o Qi (Energia) e facilita a digestão. É usado cru ou durante o cozimento dos alimentos.

Texto: Acupunturista Fabia Cilene Dellapiazza e Marcos Roberto Furlan

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

No Comments

Trackbacks/Pingbacks

  1. O Coentro na Medicina Tradicional Chinesa | Medicina Tradicional Chinesa - [...] de Coentro na Medicina Tradicional Chinesa de Marcos [...]