Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Polyscias guilfoylei

arália-cortina, árvore-da-felicidade-macho

Este arbusto é a escolha perfeita para jardins laterais estreitos. Em condomínios com residências assobradadas é comum o problema da visão pouco privada que se tem dos quartos nos primeiros andares, ficando as vistas muito próximas das áreas de serviço dos vizinhos, as vezes a escassos quatro metros de distancia. Palmeiras ou árvores são impossíveis de ser aproveitados pelo simples fato de ocuparem um espaço aéreo grande nessas áreas laterais, encostando suas folhas nas paredes e janelas. Os arbustos são sempre baixos e volumosos, impedindo a passagem nesses corredores com 1,80 m ou 2,00 m. de largura. Nestas situações a arália-cortina é imbatível graças a sua silhueta fina e ereta, ocupando pouco espaço e alcançando, entretanto, uma altura que evita esses olhares indiscretos – e na maioria das vezes involuntários, diga-se de passagem – sem tirar a entrada de luz solar.

Pode ser utilizada como quebra vento, inclusive em regiões praianas, porém não suporta frio intenso, nem poluição; sendo frequentemente vistas em jardins antigos do litoral do Estado de São Paulo, como São Vicente, São Sebastião, Ubatuba e Caraguatatuba. O solo deve ser rico em matéria orgânica, permanecendo levemente úmido.

Os polinésios comem as folhas fritas, acompanhadas de atum e coco e aplicam emplastros em feridas para controlar hemorragias e prevenir infecções. Para os nagôs – negros escravizados da Nigéria, Benim e Togo – é tida como erva de suma importância no culto ao Vodun Becém (Djedje) e nos ritos consagrados a Oxumarê no Nagô Igbominas.

  • Sinônimos estrangeiros: geranium aralia, geranium leaf aralia, wild coffee, frosted aralia, hedge panax, (em inglês); árbol de la felicidad macho, (em espanhol); Taiwan momiji (em japonês); Te teoara, Te batatara, (na República do Kiribati); Ewé Akòsí, (em língua iorubá); sulkahopea-aralia, (em finlandês); fiederaralie, (em alemão); daoen grisk, tjakar kootjing, (em javanês); bani, makan, papua, (em filipino); ovang (em Sumatra); cay goica, (em vietnamita).
  • Família: Araliaceae
  • Características: Arvoreta lenhosa e colunar.
  • Porte: 3,50 a 6,00 m de altura.
  • Fenologia: eventual e insignificante.
  • Cor da folhagem: Totalmente verde ou variegada.
  • Origem: Polinésia
  • Clima: Tropical úmido/subtropical.
  • Luminosidade: sombra ou meia-sombra. Quando adulta pode receber sol.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

4 Comments

  1. Olá sou a Ana vivo em Portugal e queria saber onde posso comprar a árvore Polyscias Guilfoyle. Obrigada

    • Olá Ana,

      Acho que onde você mora deve ter perto uma loja que vende plantas ornamentais ou até um produtor delas. Faça uma procura na Internet buscando “venda de plantas ornamentais em Portugal”.

      Abraços

  2. Em geral, esse arbusto cresce quantos centimetros por ano?
    Qual a distância entre as mudas para plantio junto ao muro?

    • Carlos,

      Isto depende do clima onde será cultivada. Em regiões quentes e com umidade ambiente alta pode alcançar 2 metros em um ano se adubada corretamente.

      Deve ser plantada a cada 1,50 metros.

      Abraços