Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Prunus domestica

ameixa-comum, ameixeira-europeia, abrunheiro

Foto de Kor!An (Андрей Корзун), CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Cultivada no Brasil desde finais do século XX, é comum na Serra Gaúcha e Catarinense, seus frutos são consumidos ”in natura” e podem ser usados para conservas, compotas, purês, bolos, geleias e doces. Devido a suas fibras, carboidratos, magnésio, sódio e potássio, a ameixa é laxativa, recomendada para a prisão de ventre. A florada é impressionante pela sua beleza, ocorrendo com a árvore quando surgem as primeiras folhas, sendo atrativa para as abelhas.

Foto de PROPOLI87, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Nos jardins é usada isoladamente em meio à gramados ou em conjunto formando renques e sebes. A recomendo para ser cultivada nas regiões onde os invernos são marcadamente frios.

Foto de Salil Kumar Mukherjee, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

É multiplicada por sementes ou por estacas verdes na primavera. Igualmente é reproduzida por enxertia ou alporquia, na primavera.

  • Sinônimos estrangeiros:  plum, (em inglês); ciruela, (em espanhol); prum, (em francês); pflaume, (em alemão); prugna,  (em italiano); sumomo, (em japonês); sliva, (em russo); méi , (em chinês); jadu, (em coreano).
  • Família: Rosaceae.
  • Características: árvore caducifólia.
  • Porte: 4,50 a 7 metros de altura.
  • Fenologia: início da primavera. Frutos no final do verão.
  • Cor da flor: branca.
  • Cor da folhagem: verde.
  • Origem: China, Georgia, Crimeia.
  • Clima: temperado, suportando neve e geadas.
  • Luminosidade: sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange