Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Ptychosperma macarthurii

palmeira-de macarthur

Foto de Forest & Kim Starr, CC BY 3.0, via Wikimedia Commons

Uma palmeira com múltiplos estipes, cultivada por ser elegante tanto pelas hastes como pelas folhas pinadas e levemente arqueadas, brilhantemente verdes. Surge naturalmente nas matas úmidas ou encharcadas, sujeitas a inundações periódicas e pode ser pensada tanto nos jardins como em ambientes internos.

Foto de Dinesh Valke from Thane, India, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

O nome Ptychosperma deriva do grego ptukhḗ, que significa dobra e spérma se traduz como semente O epíteto da espécie macarthurii é uma homenagem a Sir William MacArthur (1800 – 1882), um botânico e vinicultor australiano. Ele foi um dos horticultores mais ativos e influentes da Austrália em meados do século XIX.

Foto de Forest & Kim Starr, CC BY 3.0 US, via Wikimedia Commons

É reproduzida por sementes que germinam em aproximadamente dois a três meses.

  • Sinônimos estrangeirosmacarthur palm, gray-cane palm, cluster palm, hurricane palm, macarthur feather palm,  (em inglês); palmera de macarthur, (em espanhol);  palma di macarthur, (em italiano);  palmier bambou, palmier de mac Arthur, (em francês ); mcarthur palme, (em alemão).
  • Família: Arecaceae.
  • Características: palmeira entouceirada, com múltiplos estipes.
  • Porte: de 5 até 8 metros de altura.
  • Fenologia: primavera.
  • Cor da flor: amarelada com frutos vermelhos.
  • Cor da folhagem: verde-clara.
  • Origem: Nordeste da Austrália e Nova Guiné. .
  • Clima: tropical/subtropical, tolerante aos frios.
  • Luminosidade: meia sombra ou sol filtrado.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange