Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Streptosolen jamesonii

marianinha, estreptosólem

O nome deste pequeno arbusto, que atrai borboletas, beija-flores e abelhas, deriva do grego streptos = torto e solon = tubo, em referencia a base da flor. Por ser tolerante à seca e quase imune às pragas e as doenças é indicada para as áreas públicas e outras onde se procure economia de manejo. Apenas recomendo uma poda, depois da florada, visando uma silueta mais compacta e um produção de flores maior algumas semanas depois; isto deve ser feito cortando 2/3 dos ramos.

A marianinha possui um porte arbustivo, mas pode ser conduzida como uma pequena trepadeira, graças a seu crescimento limitado ou plantada em vasos, para sacadas ou terraços, onde pode ser cultivada como planta pendente, devido às suas hastes flexíveis. Em regiões serranas, livres de geadas, pode ser cultivada até os 2.500 metros de altitude, já que, por ser nativa das regiões andinas, aprecia esses lugares.

E foi precisamente nos Andes equatorianos, que o francês Édouard François André (1840–1911) a observou em 1876, enquanto fazia reconhecimentos científicos para o governo da França, enviando-a mais tarde ao Royal Botanic Kew Gardens, na Inglaterra.

  • Sinônimos estrangeiros: marmalade bush, fire bush, (em inglês); trompetitas naranjas, heliotropo amarillo, mermelada, (em espanhol); streptosolen, (em italiano); streptosolen de jameson, marmalade busch, (em francês).
  • Família: Solanaceae.
  • Características: Arbusto perene semi lenhoso.
  • Porte: 1,00 a 1,60 m de altura e 1,00 m de diâmetro.
  • Fenologia: Ano todo, em cachos.
  • Cor da flor: inicialmente amarela tornando-se gradualmente alaranjada.
  • Cor da folhagem: Brilhante, verde-escura.
  • Origem: Colômbia, Equador, Peru.
  • Clima: Subtropical/temperado ( não suporta geadas).
  • Luminosidade: Sol pleno, meia sombra nos trópicos.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

12 Comments

  1. Prezado Raul
    Onde poderia comprar mudas ou sementes desta planta Marianinha?

  2. Nobre Raul,
    Muito obrigado pela gentileza da resposta.
    Da relação citada por vós eu já disponho aqui em casa de pelo menos a metade delas (na verdade eu já tenho perto de 30 espécies de plantas atrativas, muitas delas trazidas de Minas Gerais, São Paulo e sul do país e cuidadosamente “adaptadas” ao clima quente do Ceará). Como se sabe a floração delas ocorrem em épocas variadas e daí o meu interesse em diversificar cada vez mais.
    Farei uma visita ao jardim sugerido por você.
    Bom dia.

    • Caro João,

      Espero que possa acrescentar mais algumas para atrais beija-flores.

      Abraços

  3. Nobre Raul, boa noite. Algumas plantas atrativas para beija-flores (minha neura), eu só sei que existe por matérias lidas na net/mídia escrita. Não as encontro para compra. Pior, geralmente as menções a elas são bem antigas e normalmente os sites já nem existem mais.
    Moro em Fortaleza-CE e como observei um post seu datado de julho/2019, resolvi apelar para seu conhecimento da matéria e assim estou a indagar-lhe aonde poderei comprar mudas de Marianinha, mudas de Manettia cordifolia/trepadeira sanguínea, mudas Flor de são João… Obrigado.

    • Bom dia João,

      São muitas as plantas com flores que atraem beija-flores, seguem algumas:

      Odontonema strictum – odontonema;
      Pachystachys coccinea – camarão-vermelho;
      Aphelandra sinclairiana – afelandra-coral;
      Aphelandra squarrosa – afelandra-zebra
      Barleria repens – barléria-vermelha;
      Justicia floribunda – farroupilha;
      Megaskepasma erythrochlamys – justicia-vermelha;
      Pachystachys lutea – camarão-amarelo;
      Ruellia chartacea – ruélia-vermelha (FOTO);
      Ruellia coerulea – ruélia-azul;
      Ruellia elegans – ruélia-vermelha;
      Sanchezia nobilis – sanquésia;
      Canna limbata – biri-silvestre;
      Combretum fruticosum – escova-de-macaco;
      Quisqualis indica – jasmim-da-índia;
      Camptosema grandiflorum – cuitelo;
      Grevillea banksii – grevílea-anã;
      Justicia brandegeana – camarão-vermelho;
      Russelia equisetiformis – russélia;
      Agapanthus africanus – agapanto;
      Calliandra twedii – caliandra;
      Salvia splendens – sálvia;
      Lonicera japonica – madressilva;
      Malvaviscus arboreus – malvavisco.

      Para a compra dessas mudas tente este fornecedor: http://eusebio.skylinq.com.br/mudas-de-plantas-em-fortalezace-280528.htm

      Abraços

  4. RAUL , BOA TARDE
    Pode me identificar essa planta?

    • Sim Gustavo,

      É uma Crotalaria cunninghamii, também conhecida como birdflower verde ou birdflower regal, é uma planta da família das leguminosas Fabaceae, nativa no norte da Austrália é uma colonizadora de dunas praianas. É polinizada por abelhas e outros pássaros australianos.

      Abraços

  5. Belíssima planta! Onde encontro mudas ou sementes?

    • Onde você mora, Marcelo?

  6. Há uns anos,ofereceram-me essa planta maravilhosa,mas um dia,ao transplantá-la,ela morreu.Tenho tido dificuldade em saber onde ela se vende aqui em Portugal,mas não consigo encontrá-la.Será que me podem dar alguma informação?Grata pela atenção,aqui deixo meus cumprimentos.Margarida