Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Syringa vulgaris

lilás, lilás comum, lilaseiro

Foto de Bjoertvedt, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Um arbusto ou arvoreta amoroso, devido a suas flores extremamente aromáticas, que causam admiração na primavera. O tronco é ramificado, com casca marrom-acinzentada e alisado nas plantas mais novas ou rugosa e descamada nas mais velhas, sua copa é arredondada. Prefere solo com pH neutro ou levemente alcalino, poroso e rico em nutrientes. Muito indicada para o sul do Brasil, já que precisa de invernos frios para florescer na primavera. Pode ser pensada em renques ou isolada, devendo receber uma poda leve após a florada.

Foto de Silar, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Seu nome científico Syringa foi dado pelo botânico e zoólogo Lineu (1707 — 1778) e corresponde ao latim syringa = junco por causa da haste oca de seus caules.

Foto de Agnieszka Kwiecień, Nova, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Pode ser multiplicado por sementes ou estaquia e também por alporquia e enxertia dos ramos.

  • Sinônimos estrangeiros: common lilac, (em inglês); lilas; lilas commun, (em francês); lila; lila comum, (em espanhol); gemeiner flieder, (em alemão); lilla; fior di maggio, siringa lilla, (em italiano); sering, gewoone, (em holandês); syren, vanlig, (em sueco);  lilak pospolity, (em polonês); májusi orgona, (em húngaro);  šeřík obecný, (em tcheco); murasaki-hashidoi, (em japonês).
  • Família: Oleaceae.
  • Características: arbusto lenhoso e decíduo.
  • Porte: 2,50 a 5,50 metros de altura.
  • Fenologia: primavera.
  • Cor da flor: lilás, roxa, violácea ou branca, perfumada.
  • Cor da folhagem: verde mate.
  • Origem: sudeste da Europa, Irão.
  • Clima: temperado. (suporta geadas leves).
  • Luminosidade: sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange