Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Taxodium distichum

pinheiro-do-brejo, cipreste-calvo, cipreste-vermelho, cipreste-dos-pântanos

Foto de HoroshilovAleksandr, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Uma conífera muito interessante para ser cultivada em regiões com clima frio, durante o inverno, já que em outono a copa fica com tonalidades avermelhadas. Em solos muito úmidos e até alagados, espalha raízes aéreas modificadas, denominadas pneumatóforos, estas emergem do solo ou da água, formando colônias com 15 a 50 centímetros de envergadura.  Foi levada para Europa em 1640, onde está disseminada, sempre em lugares encharcadiços ou paludosos. Sua vida é longa, chegando a vários séculos, podendo alcançar 1.000 anos; existe um exemplar muito antigo em Carolina do Norte, com mais de 1.600 anos.  É  a árvore-símbolo do Estado de Louisiana de sde 1963. É comum a convivência, no seus ramos, com a barba de velho (Tillandsia usneoides), uma bromélia epífita, que não parasita a árvore.

Foto de Hillebrand Steve, U.S. Fish and Wildlife Service, Public domain, via Wikimedia Commons

No paisagismo seu valor ornamental é imenso, quando usado em grandes espaços. Dificilmente é atacado por insetos ou doenças. A clorose geralmente acontece em solos com pH alto, alcalinos. Os ácaros e a ferrugem dos ramos acontecem raramente.

O nome Taxodium deriva da palavra teixo (Taxus baccata), em referência às folhas dessa conífera que são bastante similares, já distichum é o termo latino que significa dístico, em duas filas.

Foto de Sciadopitys from UK, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

A propagação é feita por sementes.

  • Sinônimos estrangeiros: ciprés-calvo, ciprés de los pântanos, (em espanhol); baldcypress, swamp cypress, tidewater red cypress, gulf cypress, (em inglês); cyprès chauve, (em francês); cipresso calvo, cipresso del sud, cipresso delle paludi, cipresso pond, (em italiano); echte sumpfzypresse, (em alemão).
  • Família: Taxodiaceae.
  • Características: conífera decídua com silhueta cônica.
  • Porte: 25 a 45 metros de altura.
  • Fenologia: outubro, novembro e dezembro.
  • Cor da flor: amarelada, resultando mais tarde em cones marrons, arredondados.
  • Cor da folhagem: verde clara e amarelada, alaranjada e avermelhada no outono.
  • Origem:. sudeste dos Estados Unidos, em zonas pantanosas dos Estados de Louisiana, Carolina do Sul, Illinois, Arkansas, Mississippi, Flórida e Texas.
  • Clima: temperado, subtropical. Tolerante a geadas.
  • Luminosidade: Sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comments

  1. Bom dia!
    Podem me indicar produtores desta espécie no Brasil?
    Desde já agradeço

Secured By miniOrange