Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Thunbergia battiscombei

videira-da-glória-azul, flor-do-céu

Foto de KENPEI, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Suas folhas são largas e ovais, podendo atingir até 17 centímetros de comprimento e as flores, com formato de trombeta, são roxas com o centro da flor possuindo um miolo amarelo brilhante. Ela tem um hábito ereto, trepador ou rastejante, podendo ser encontrada espontaneamente em altitudes de até 300 metros acima do nível do mar. É polinizada por beija-flores, borboletas, abelhas, pica-paus e vespas, assim como por abelhas,  moscas e besouros.

Foto de SAplants, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Uma ótima escolha para cobrir treliças ou suportes de arame, podendo ser pensada como arbusto em renques, mas prefiro a primeira opção.

É uma planta usada há séculos na medicina tradicional africana para tratar desequilíbrios mentais. Estudos científicos recentes têm demonstrado que a planta possui propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e neuro protetoras, que podem ser benéficas para o tratamento de condições como depressão, ansiedade e demência.

Foto de 阿橋 HQ, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

Um estudo publicado no Journal of Ethnopharmacology em 2019, por exemplo, descobriu que o extrato de Thunbergia battiscombei foi eficaz na redução da ansiedade em camundongos. Outro estudo, publicado no Journal of Neurochemistry em 2020, descobriu que a planta pode proteger as células nervosas do dano causado pelo estresse oxidativo.

Acredita-se que ela tenha poderes mágicos, como a capacidade de proteger contra o mal e de trazer boa sorte. No Brasil, a Thunbergia battiscombei também é conhecida por suas propriedades mágicas. Acredita-se que ela pode ser usada para atrair a riqueza, o amor e a prosperidade.

É propagada por estacas. As sementes também podem ser coletadas e usadas para fazer plantas novas. Os longos caules também podem formar novas plantas quando entram em contato com o solo.

  • Sinônimos estrangeiros: blue glory vine, blue clock vine, blue boy, butterfly bush, butterfly vine, star glory, (em inglês); gloria de las mariposas, lilas de Madagascar, (em espanhol); gloire des papillons, lilas de Madagascar, (em francês); tabeti gulab, (em Índia); schmetterlingsstrauch, madagaskar-lilie, (em alemão); gloriosa delle farfalle, glicine del Madagascar, (em italiano); battafurai ageha, (em japonês); hudie hua, (em chinês).
  • Família: Acanthaceae.
  • Características: trepadeira ou arbusto perene.
  • Porte: ramos com cerca de 1,80 metros de comprimento.
  • Fenologia: primavera, verão, início do outono.
  • Cor da flor: azul arroxeado com a garganta amarela brilhante.
  • Cor da folhagem: verde-escuro.
  • Origem: Etiópia, Quénia, Uganda, Sudão e República Democrática do Congo.
  • Clima: tropical/ subtropical.
  • Luminosidade: pleno sol.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange