Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Trachycarpus fortunei

palmeira-moinho-de-vento , palmeira-da-sorte

Certa vez a vi sendo cultivada em um condomínio, perto de Paraty e me perguntei: quem será o paisagista que escolheu justamente uma das poucas palmeiras do mundo originária de zonas onde neva, para usá-la numa região tropical onde a temperatura média anual é de 24º? A espécie há tempos é uma escolha entre os paisagistas europeus por causa da preferência que possui por invernos frios. Por exemplo, ela é plantada na Escócia, Bélgica, Alemanha, Dinamarca e até na Bulgária. Lá, na cidade de Plovdiv, os verões são geralmente quentes e secos, mas os invernos são de um frio siberiano, prova disto é que um Trachycarpus suportou -27,5º em 6 de janeiro de 1993, sem nenhuma consequência para sua saúde. Isto se deve a que seu tronco único fica coberto por uma camada fibrosa muito grossa, de cor cinza amarronzado, que a protege, servindo para fazer cordas, vassouras, sacos, capachos e inclusive servindo para confeccionar panos usados para vestir pessoas mais carentes na China. Suas folhas com forma de leque também são duras e resistentes.

No sul, é originária de uma latitude equivalente ao Uruguai e pode ser cultivada em áreas montanhosas como a Serra da Baitaca ou do Ibitiraquire no Paraná, e nas serras catarinenses e gaúchas. Mas no litoral do Rio Grande do Sul, especialmente acima da Lagoa da Mangueira, seu desenvolvimento será acanhado.

É sempre bom lembrar que os produtores de palmeiras, em todo o país, cultivam espécies para as mais variadas situações e que antes de vitimar uma planta é recomendável consultar um desses cultivadores, para esclarecer a melhor opção no projeto que o paisagista desenvolve.

  • Sinônimos estrangeiros: Chusan palm,windmill palm, chinese windmill palm (em inglês); palmito elevado, palmito de pié, palmera china de abanico(em espanhol).
  • Família: Arecaceae.
  • Porte: 10 a 18 m.
  • Fenologia: Atemporal (depende da região)mais frequente no verão.
  • Cor da flor: Amarelada e perfumada.
  • Cor da folhagem: Verde-escuro e acinzentadas por trás.
  • Origem: Província de Hubei, na China e ilha de Chusan, no Mar da China. Também nas montanhas de Índia, Mianmar e norte da Tailândia.
  • Clima: Temperado / subtropical (tolera neve e geadas).
  • Luminosidade: Sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

11 Comments

  1. Olá!

    Como eu consigo orientações para o processo de cultivo, desde a extração da semente até o crescimento e a manuseio para extração em porte médio para comercialização para paisagismo?

    Moro no Rio Grande do Sul

    • Olá Carlos,

      O Trachycarpus fortunei frutifica no inverno e podem ser usadas suas sementes que germinam em, aproximadamente, 90 dias.

      Essa sementes devem ter sua casca retirada e lavadas e, em seguida, postas em local sombreado. Já secas podem ser semeadas de imediato.

      Abraços

  2. Raul, posso plantar essa palmeira no Nordeste (interior da Bahia), numa região que ao longo do ano, em geral a temperatura varia de 18 °C a 35 °C e raramente é inferior a 15 °C ou superior a 37 °C?

  3. Posso plantar essa palmeira no Nordeste ( interior da Bahia),numa região verão que ao longo do ano, em geral a temperatura varia de 18 °C a 35 °C e raramente é inferior a 15 °C ou superior a 37 °C?

    • Izabel,

      O Trachycarpus fortunei é palmeira para climas frios. Não se desenvolverá bem no interior da Bahia.

      Prefira:

      – Attalea funifera – piassava;
      – Attalea pindobassú – pindobassú;
      – Butia capitata – butiazeiro;
      – Copernicia prunifera – carnaúba;
      – Mauritia flexuosa – burití;
      – Syagrus picrophylla – coco-da-quaresma;
      – Syagrus romanzoffiana – gerivá (FOTO).

      Abraços

  4. Boa tarde Raul.
    Moro em Bragança Paulista, São Paulo.
    Fiz o plantio dessa palmeira trachycarpus dia 08/12/18 percebi que ela deu uma sentida no plantio. Agora as folhas novas estão começando a ficar com as pontas com um tom meio preto. Isso é normal? Será que ela ainda está no stress do plantio? Posso molhar essa palmeira com frequência? Ela foi plantada em local que bate sol o dia todo. Parabéns pelo blog. Abs

    • segue a foto

  5. Olá Raul! Estou na dúvida sobre a saúde desse trachycarpus. É normal secar assim as pontas das folhas ou sinal de algum problema? Cidade de Pelotas-RS. Alguma recomendação para voltar a sua beleza? Obrigada!

    • Olá Ana,

      Talvez seja um ataque do bicudo (Rhynchophorus Ferrugineus).

      O método principal do controle desta praga é a aplicação de inseticidas em túneis escavados cerca de 5 cm acima das zonas infestadas do estipe. A praga pode ser monitorizada, também, pela utilização de armadilhas com feromonas.

      Abraços

      • Muito obrigada mestre Raul! Agora é investigar aqui para ver se é o tal. Grande abraço!

        • Você merece, Ana!

          Abraços