Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Vellozia squamata

canela-de-ema, canela-de-ema-do-cerrado

Foto de FABRICIO VALADARES, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Seguramente uma das espécies vegetais mais típicas do Cerrado. Com tronco ramificado e aprumado, exibe ramos curtos, cilíndricos e agrupados em nós concêntricos de bainhas fibrosas. Esses caules são ordenados de maneira similar com a distribuição dos dedos da ema e os tufos de folhas, se parecem com as penas desta aves, sendo longas e finas, com textura coriácea e bordas serrilhadas e são cobertas por uma cutícula espessa que ajuda a reduzir a perda de água, uma adaptação essencial para sobreviver em climas secos. As raízes são profundas e ramificadas, o que permite que a planta absorva água e nutrientes do solo mesmo em condições áridas. As flores vistosas atraem abelhas e borboletas. Ela possui crescimento lento, apenas quatro centímetros ao ano, desenvolvendo em solos de baixíssima fertilidade, inclusive sobre pedras e p edregulhos, sendo típica em campos rupestres e muito admirada na Serra da Canastra. É considerada em extinção em várias regiões do país.

Foto de Nossedotti, CC0, via Wikimedia Commons

Sua multiplicação pode ser feita mediante sementes recém colhidas, neste modo a germinação é superior a 90%, ocorrendo em aproximadamente dez dias. O substrato deve ser leve, assim como a camada que cobre as sementes, já que elas são pequenas e delicadas. O desenvolvimento das plantas é lento. Curiosamente possui uma enorme facilidade em brotar após as queimadas.

Foto de RAMON LAMAR DE OLIVEIRA JUNIOR, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

  • Sinônimos estrangeiros: vellozia, (em inglês); flor de estrella brasileña, (em espanhol); lis de palmier, (em francês); vellozie, (em alemão).
  • Família: Velloziaceae.
  • Características: arbusto perene.
  • Porte: de 1 a 3 metros de altura.
  • Fenologia: inverno, início da primavera.
  • Cor da flor: azul intenso ou azul claro, com o centro amarelo.
  • Cor da folhagem: verde-acinzentada.
  • Origem: endêmica da flora do Brasil, exclusiva no bioma Cerrado da Bahia, Minas Gerias, Goiás, Tocantins, Distrito Federal e Mato Grosso.
  • Clima: Tropical / subtropical árido.
  • Luminosidade: sol pleno.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secured By miniOrange