Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Viburnum tinus

Laurotino, laurestim, folhado-comum, milfolhado

Este arbusto, com folhagem densa, é de uso flexível em termos paisagísticos, já que pode ser cultivado de maneira isolada ou formando grupos e até em cercas-vivas. Mesmo conduzido como arvoreta é muito atrativo, também em vasos pode ser plantado, especialmente as variedades anãs. Suporta as podas, depois da florada.

Seu uso nos jardins é muito antigo, se encontraram representações dele nas ruinas de Pompeia, sendo mencionado por Plínio, o Velho e mais tarde por John Tradescant.

Os paisagistas devem usa-lo com destaque em regiões com invernos marcantes, especialmente no sul do Brasil e nas áreas serranas do sudeste.

  • Sinônimos estrangeiros: Laurustinus, laurustine, (em inglês); laurier tin, (em francês); durillo, duraznillo, laurel de alejandría, laurel salvaje, (em espanhol); marfull, (em catalão); alloro tino, lentaggine, (em italiano).
  • Família: Adoxaceae.
  • Características: Arbusto perene e lenhoso.
  • Porte: de 2,00 a 4,00 m de altura.
  • Fenologia: Inverno.
  • Cor da flor: Branca com suaves tons rosados e perfumada.
  • Cor da folhagem: Verde escura, e brilhante.
  • Origem: Europa, na região mediterrânea, as ilhas a oeste do estreito de Gibraltar, Israel, Líbano, Turquia e norte da África.
  • Clima: Temperado/subtropical (suporta geadas leves).
  • Luminosidade: Sol pleno, meia sombra.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.