Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Washingtonia robusta

washingtônia, palmeira-de-leque-do-méxico, palmeira-de-saia, palma-mexicana

Homenageando George Washington (1732-1799), primeiro presidente dos Estados Unidos, esta palmeira é muito parecida – especialmente quando jovem – com a W. filifera. A diferencia está na maior altura, no crescimento mais rápido e no tronco mais fino que a filifera; além disso é um pouco menos resistente ao frio, mesmo assim suporta até -5º. Aguenta bem a seca, os ventos fortes e os solos pobres e/ou salitrosos, fornecendo suas folhas para tecelagem e cobertura de telhados nas comunidades carentes, onde ela cresce espontaneamente.

 

Outro aspecto interessante nesta palmeira, que pode viver mais de 200 anos, é que tolera muito bem os transplantes, sendo que plantadas já com 3,00 metros de tronco não precisam de tantos cuidados como aqueles dispensados na fase inicial. Isto é, para os paisagistas, uma boa vantagem quando se procura um efeito cenográfico imediato.

A washingtônia se tornou famosa depois dos Jogos Olímpicos de Los Ángeles, em 1932, quando foram plantadas formando impecáveis alamedas, fato que pode servir de inspiração nos projetos onde se pretende um grande impacto visual.

  • Sinônimos estrangeiros: mexican fan palm, mexican washingtonia, skyduster palm (em inglês); palmera-de-abanico-mexicana (em espanhol)
  • Família: Arecaceae.
  • Características: palmeira de grande valor ornamental.
  • Porte: 15 a 30 m de altura, 3 a 4 m de diâmetro de copa e tronco fino medindo aproximadamente 30 a 45cm de diâmetro.
  • Fenologia: primavera e frutos no outono.
  • Cor da flor: branca.
  • Cor da folhagem: verde-brilhante.
  • Origem: Sul da Califórnia, Arizona, Noroeste do México
  • Clima: tropical/subtropical/ temperado (resistente tanto ao frio como ao calor)
  • Luminosidade: pleno sol.

Responder Bolívar Zimermann Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

67 Comments

  1. Flatava a foto

  2. Boa tarde,

    Vivo no Porto, norte de Portugal. Na semana passada passei perto de um viveiro que vai fechar e resolvi comprar esta árvore. A maior ultrapassa 5 metros desde a base do tronco até à base da folhagem. Pode ajudar-me a identificar? Parece-lhe uma Washingtonia robusta?

    Muito obrigado,
    Paulo Cerqueira

    • Boa tarde Paulo,

      Não é uma Washingtonia robusta, mas possivelmente uma Roystonea oleracea, (palmeira-imperial).

      Abraços