Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Dia de todas as mulheres

No dia oito de março é lembrado o Dia Internacional da Mulher. Talvez, seja por isso, que inevitavelmente lembremos de algumas personagens que marcaram nossas vidas: mãe, filhas, irmãs, esposa, ídolos femininos, que na nossa infância alimentavam a fome de aventuras como a da mulher Maravilha, outras que ingenuamente nos fascinavam como a Branca de Neve. Mais tarde descobrimos figuras que por trás da aparente inocência escondiam uma incrível agudeza de espírito, como era o caso de Mafalda, essa fantástica personagem de história em quadrinhos.

Nós, quando adolescentes, babávamos com Jane Fonda, Sophia Loren e Brigitte Bardot, nas matinês de domingo e agora admiramos Halle Berry, Scarlett Johansson e Angelina Jolie, sem esquecer do fino talento de Fernanda Montenegro.

Neste mundo, que durante séculos ou milênios foi dirigido por homens administrando conflitos, discussões e até guerras, é justamente em dias como este que pensamos como foi essencial a presença feminina, mesmo que condenada a um segundo plano, para que a humanidade não explodisse no meio dessas lutas perversas, onde se invocavam deuses castigadores ou ditadores megalomaníacos.

Gala, por Salvador Dali – 1933

Hoje fico triste pensando como teria sido bom um mundo onde se venerassem mais as Minervas, as Vênus e as Proserpinas, deusas encantadoras e sábias. Imagino, como teria sido tudo se tivéssemos prestado um pouco mais de atenção ao canto das Sereias.

Quem sabe algum dia, nós homens poderosos, cedamos um pouco mais de espaço a mulher para que ela consiga aquilo que não fomos capazes de alcançar.

Quiçá, aproveitando esse dia, possamos imaginar um Salvador Dali reencarnado, servindo ele próprio de inspiração para sua amada musa Gala.

Enfim, espero nunca mais ouvir dizer que por trás de um grande homem, sempre há uma grande mulher. (Grandes mulheres andam junto)!

Responder Vera das Alterosas Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

8 Comments

  1. Realmente … uns grande mulher não precisa estar por traz de um grande homem.

    O.s obrigada pelas dicas para a palmeira laca. Ela está se sentindo bei na nossa familia.

    • Olá Carla,

      Vocês, mulheres, merecem!

      Fico contente em saber sobre sua palmeira-laca.

      Abraços

  2. Uma crônica bonita! Exceto por, homens poderosos,cederem mais espaço para nós mulheres! Nós somos auto suficientes e competentes para conquistarmos nosso espaço! Cada vez mais!
    Um alegre dia!

    • Olá Maria Alice,

      Quando escrevo: “Quem sabe algum dia, nós homens poderosos, cedamos um pouco mais de espaço a mulher para que ela consiga aquilo que não fomos capazes de alcançar.” me refiro a um mundo comandado por uma infinita quantidade de homens que presidem os países. Eles nem sempre conseguem, com exceção de Kolinda Grabar-Kitarović, na Croácia, Kersti Kaljulaid, na Estônia, Angela Merkel, na Alemanha ou Ewa Kopacz, primeira-ministra da Polônia. São muito poucas frente a um mundo com mais de 200 países.

      É claro que torço para que vocês, mulheres, conquistem mais espaço neste mundo administrado por tantos homens.

      Abraço carinhoso!

  3. Sensacional!

    • Obrigado, Isabel!

  4. Ainda bem que os amantes da natureza, simplesmente, puderam se inscrever em seu curso sexta, naquele paraíso que é o Inhotim. Seu texto é belo e fala das deusas. Mitologia, outra das minhas paixões. Quando vejo o milagre das plantas, seus ciclos, o nascer e renascer das mesmas, lembro-me do mito de Deméter-Kore/Perséfone. E penso em quão lindamente a natureza sempre se renova. Sexta terei o prazer de ouvi-lo pessoalmente. Muito feliz.

    • Que lina mensagem Vera!

      Obrigado pelo carinho, até amanhã.